Sexo em familia, Viciada na rola do filho

Click to this video!
Autor

Oi, vocês podem me chamar de Lucimara, sou leitora dos contos aqui do site a bastante tempo e gostaria de compartilhar com vocês a minha experiência. Vejo quê são poucas as mulheres quê escrevem contos aqui, mas quero contribuir e contar a minhas histórias de safadeza.
Primeiramente sou uma mulher de 42 anos bem safada, amo sexo sou praticante viciada principalmente pelo que faço. Tenho peitos fartos grandes com um pouco de estrias, minha bunda é durinha pois faço academia, meus cabelos são pretos e vão até o começo da minha bunda. Em resumo sou uma mulher safada com um corpo de dar inveja a muitas novinhas.
Bom na minha infância meu pai me molestava, ele me criou sozinho, por isso quando completei 10 anos ele, começou a me ensinar os prazeres do sexo e Também do incesto. Eu inocentemente de início não gostava mas depois passei a amar, mal podia ver a hora de chegar em casa para chupar o pênis do meu pai. Assim creio que eu gostava porque meu pai não gostava muito de penetrar na minha vagina, pelo menos até eu completar 16 anos, até eu completar essa idade o máximo que fazia era chupar ele, lembro que ele colocava doces tipo leite condensado no pau dele para eu chupar. Eu o chupava, até ele gozar como na época ru não gostava do gosto do esperma, ele gozava no meu rosto e depois eu pegava o esperma e colocava em um copo com café e leite e bebei-a era uma forma de me acostumar e também um tipo de fetiche. Ele também colocava doce na minha vagina e chupava. Lembro-me quê todos os dias antes de ir para a escola eu chupava o pau do meu pai e quando chegava também depois do almoço. Bom depois dos 16 eu passei a transar com penetração com meu pai, ai passamos a transar depois do almoço, fizemos isso até meus 18 anos, onde comecei a namorar meu ex-marido e pai do meu filho. Meu pai também se envolveu com a tia do meu ex-marido, então resolvemos parar de transar.
Hoje atualmente transo com meu filho, que atualmente tem 17 anos, para mim transar com meu pai foi uma experiência excelente e prazerosa (não estou dizendo que isso seja legal, mas ao meu ponto de vista se os dois quiserem não a muito problema em fazer desde que também um respeite o outro), eu resolvi fazer o mesmo que meu pai fez, quando meu filho atingiu 10 anos de idade comecei a ensinar sexo a ele. Comecei colocando coisas doces na minha bucetinha, para ele chupar de início não gostou muito mas se acostumou, quando ele atingiu 14 anos comecei a chupar seu pau, sempre lembrava ele de não contar a ninguém poia alguns poderiam não entender.
Depois ele passou a me comer, posso dizer uma bela pica meu menino tem atualmente ele come todos os meus buracos, come minha bucetinha, come meu cuzinho. Uma das transa que tivemos,eu e meu filho estávamos viajando, no meio da viajem começamos a falar de fetiches, até que pedi para ele parar o carro, como tínhamos um Theiler sendo guinchado pelo carro colocamos o carro de uma dorme que o trailer tampasse o acostamento, abri a porta do lado do acostamento do Theiler coloquei meu filho sentado e comecei a chupar ele, depois tirei o short e puxei a calcinha para o lado e enfiei aquela pica na minha xota, começamos a transar fiquei de quatro e ele segurando pela minha cintura me comeu, não liguei de gemer algo pois a rodovia passava muita carreta que cobria todo o som, creio que quem passava pela gente podia ver pelo retrovisor pois estávamos meio perto, mas não ligamos, eu gemia dizia a ele isso come a mamãe isso fode a bucetinha da mãe. Quando ele foi gozar peguei e fiz ele gozar encima da minha calcinha de renda. Depois seguimos viagem resolvi ir até nua na viagem. Só quando estamos chegando perto da polícia coloquei uma toalha em volta do meu corpo. Hoje em dia minha vida sexual é bastante ativa, não só com meu filho, mas também com meu pai, com o tempo foi aprendendo que era errado o que ele fez comigo e o que fazia com meu filho, mas sempre digo se ninguém descobrir podemos fazer o proibido.
Atualmente meu pai mora sozinho e por conta da idade esta quase beirando os setenta anos, vou lá sempre visitá-lo. Claro que não poderia deixar de chupar e ter a pica do meu pai na minha vagina, por mais que a idade não ajude muito, ele ainda consegue me satisfazer. Infelizmente os dois não sabem que transo com eles, mas quem me saiba ainda conte a e eles e não promova algo. Gosto muito de pegar punheta meu filho e fazer ele gozar nas minhas calcinhas. É claro o deixo gozar e depois as coloco meu filho fica louco de excitação quando faço isso, fora eu dormir e acordar com a bela pica do meu filho na boca ou ele tocando uma punhetinha me vendo dormir, atualmente eu e meu filho dentro de casa ele tem o quarto dele, mas a maior parte do tempo ele dorme é comigo. Às vezes acordo vai à cozinha e pouco tempo vem meu filho e me encoxando e as vezes transamos lá na cozinha mesmo.
Sei que foi simples meu conto, mas espero que tenham gostado e vou deixar meu e-mail se tiver alguma mulher que goste de incesto, ou seja adepta a essa prática e quiser conversar e trocar experiência.
[email protected]
Nome separado para quem não conseguir ler
Rosa putinha do [email protected] ai é só juntar o nome.