Pastor e sua virgem – 02

Click to this video!

Eu com 59 anos ela 16, tudo mudou após meu retorno de viagem, nossos encontros começaram a ser mais intensos. Após um tempo ela começou cuidar do horário e ficou sempre pra último, para sempre termos um tempo juntos e claro eu amava tudo isso.
Certo dia quando terminou uma atividade na Assembleia, fui levar alguns em casa ela me olhou como quem diz me leva junto.
Nossa ela sempre dizia vc é um velho nunca vai rolar nada com nós, fazia uma cara de nojo.
Mas após o término do programa ela veio e eu
disse, vem comigo vem…
Ela não contou tempo e pulou pra dentro do carro, fomos levar uns irmãos pra casa, na volta parei o carro olhei pra ela e fui na direção dela ela disse, o que vc tá fazendo? espere já vai saber, então abracei ela e fui no pescoço e fui passando a lingua, nossa como ela ficava excitada com a língua, então parei e segui viagem. Mas antes de chegar na Congregação olhei pra ela e vi um sorriso em seus olhos, então peguei a mão dela é botei no meu pênis ela me olhou com um olhar assustado, mas não fez força pra tirar sua mão dali. Seguimos e assim foi crescendo nos momentos, ela sempre querendo mais e eu também, mas ela não aceitava beijos na boca.
Com o tempo isso mudou, numa tarde ela veio na secretaria da igreja, e ficou comigo ali, rolou abraços e claro fui esfregando meu corpo no dela e claro ela foi gostando. Certa tarde ela voltou e fomos pro ato: abraços, e agora beijos: mão naquilo aquilo na mão. Nesta tarde masturbei ela, ela gozava feito uma louca tirei meu pênis pra fora e fui esfregando nela, e já com o peitinho de fora passei o pênis ali, ela ficou enlouquecida, e foi baixando a cabeça até colocar meu pênis em sua boca, que menina sem experiência mas com decisão, como ela fez isso bem. Então deitei ela no sofá, tirei sua calça legging e me deparei com uma linda bucetinha peluda, nossa que linda essa menina que cheiro bom. Coloquei a língua no seu grelinho ela gemia muito e quando fui na sua caverninha ela explodiu, e tive que beijar ela pra abafar o som do seu gozo, que mulher pra gemer gostoso. Ela pegou no meu rosto e me pergunto quantas vezes eu achava que ela guentaria gozar falei 10 vezes ela disse: quer me matar…
Depois ela me pediu se eu queria gozar eu que sim, fomos pro banheiro onde ela disse quero ver vc gozar, pois nunca vi antes. Então ela começou a me ajudar muito sem jeito, mas quando ela viu que não gozava ela disse pra mim fazer sozinho, e disse não olhe pra trás, então ela tirou os peitinhos pra fora e esfregava nas minhas costas, claro gozei muito rápido ela olhando disse: quanto vc gozou cheiro então disse e vc índia que me enlouquece…
Certa vez ela disse: fica de quatro que vou fazer algo gostoso…
OBS: faz 4 anos que não estou mais
no ministério