Entrei numa Arapuca, um amigo meu me aprontou

Click to this video!

Bem o que vou contar aconteceu uns dias antes do Natal, sou casado, minha mulher muito bonita, gostosa, pernas grossas, uma bunda linda, Loira, adora se mostrar provocar, se veste com roupas provocantes, e adora sexo anal, e oral, nos estávamos conversando a possibilidade de uma transa a três, mais ainda não tínhamos chegado a um acordo.

Eu tenho um amigo do tempo da juventude que por sinal também conhece ela daqueles tempos, ela sempre foi safadinha, e este cara e o Waldemar,ele e legal negro mais gente boa, não esperava este apronto, em conversa umas vezes comentou comigo sobre ela ele era tarado por ela, tinha um tesão desde da juventude mais nunca teve oportunidade ele então me aprontou uma boa, uma arapuca.

Me convidou para uma festa numa chácara de um amigo dele que ficava retirado do centro, quasse perto do morro, um churrasco com bebida tudo incluído, ele me deu um convite para duas pessoas, era num sábado a partir das 20 horas, comentei com a minha mulher que aceitou ir e fomos.

Chegamos lá por volta de 22 horas, já tinha bastante gente, mais homem do que mulher alguns casais, quando chegamos ele nos recebeu e levou para uma mesa, eu notei alguma coisa estranha, então disse a minha mulher e melhor irmos embora, ela me respondeu você me trouxe para um bacanal e agora quer ir embora, agora vamos aproveitar, eu disse a ela eu não sabia o Waldemar me deu o convite só disse que era uma festa, ela disse então vamos aproveitar.

Nisso o Waldemar trouxe uma jarra de chopes e alguma coisa para comer, mais o que ele estava a fim mesmo era de meter com ela, eu acabei discutindo com o Waldemar ele disse calma vamos nos divertir, minha mulher para piorar valou a mesma coisa, disse calma amor vamos curtir, acabou o chopes ele foi buscar mais, ela aproveitou e me disse você não vive falando em me ver fodendo com outro, agora e a oportunidade, eu disse mais não era assim, e acabei falando o Waldemar aprontou porque ele quer meter com você, ele disse que desde jovem tem tesão em você, ela respondeu eu sei, e na verdade nunca transei com um negro esta e a oportunidade, nisso ele chegou, com raiva eu estava bebendo demais, começou um dança a pista escura, minha mulher vestida com uma saia de laica daquelas que volta e meia tem que estar puxando pois ela sobe, o Waldemar tirou ela para dançar a pista estava escurinha eu notava que ele estava apertando ela, em um dado momento eu percebi que a saia dela estava para cima e ela não abaixava estava quasse mostrando a calcinha, ficou assim um bom tempo, eu fui pegar uma jarra de chopes, sentei na mesa e vi ela rebolando, dei um toque para ela, ela demorou um pouco e veio, veio brava, dizendo pó tu e um empata foda, o Waldemar estava com a rola no meio da minha pernas e que rola da duas da sua eu estava esperando ele colocar dentro, eu disse ali mesmo no salão, ela respondeu na hora a gente nem pensa só abre as pernas facilita..

O waldemar voltou tirar ela para dançar, e queria levar ela para uma casinha que tem nos fundos, o bom que ela disse que só iria se eu pudesse ir junto, ela disse para ela que queria que eu visse, veio e conversou comigo disse que iria lá, na casinha com o Waldemar, e foi eu fui observar pela janela, nossa só via ela gemer, pedir devagar, ele dizia nossa quantos anos estou esperando em foder esta boceta e socava forte, nossa a caçeta dele era grande e muito grossa, eu sei que ele socou tudo dentro, ele gozou ficaram ali se beijando eu acabei gozando na punheta, ele começou a querer colocar na bunda dela, mais como é muito grossa eu achei que ele não iria deixar, mais me enganei ele de lado foi introduzindo tudo ela gritou gemeu mais ele meteu tudo e acabou gozando de novo, e saiu, eu entrei e chupei a boceta dela esporrada deixei ela limpinha, ela peladinha, eu não sei se o Waldemar falou para alguém logo entrou um outro cara, ela ainda estava peladinha, e acabou fodendo com ela e eu ali vendo tudo, ela dizia e assim amor que você queria ficar aqui vendo eu foder gostoso, só que este cara colocou camisinha, ela de frango assado o cara tirava da boceta e metia no cu, ate gozar, gozou saiu, ela se arrumou e saímos, fomos para a mesa, ai a festa estava um putaria só tinha gente fodendo no salão o Waldemar veio e tirou ela para dançar, eu não vi mais ela não colocou a calcinha, o Waldemar acabou metendo na boceta dela, dançando quando eu olho ela esta com a bunda de fora com o vestido na cintura veio um cara e começou cutucar ela por trás, não acreditei ela ficou com as pernas transada na cintura do Waldemar e o outro cara acabou fodendo o cu dela, nossa eu gozei ali na mesa mesmo, eu sei que assim um quatro cara meteram no cu dela e o Waldemar segurando ela com a pica dentro, ela se mostrou uma puta mesmo, para não alongar mais só vou dizer que ela meteu com uns seis homens, foram lá para a casinha e meteram nela fizeram ela chupar gozaram na boca dela, já era umas 3 horas da manha ela veio e disse amor vamos embora, logo antes que venham me buscar novamente, eu não aguento mais e fomos embora.

Depois de uns dias eu encontrei o Waldemar em conversa ele disse esta vendo eu sabia que sua mulher adora rola, desde de jovem já tinha fama, eu quero foder com mais vezes, posso eu respondi agora que você arrumou para arrombarem ela sei lá liga para ela.

Na sexta antes do natal minha mulher me disse amor eu vou sair com o Waldemar hoje lá pelas 20 horas vou a um motel, vou filmar tudo para você ver depois, o que eu poderia falar foi só aceitar, agora e quentar ela sair para meter, quando ela volta eu chupo a boceta dela melada, ela não toma banho só para eu chupar ela, eu adoro, vamos ver se vai pintar mais alguma aventura eu conto ´para vocês.

Espero que tenham gostado.