Dei no cemitério bem gostoso

Click to this video!
Autor

Isso que passo a relatar, aconteceu ontem(01//01/18) e foi, ao mesmo tempo prazeroso e ao mesmo tempo, tétrico, insano e, no mínimo, estranho. Mas, vamos ao fatos ocorridos…
Depois da noite de Reveillon, eu estava querendo dar o meu cuzinho(só prá variar). Então, de manhã, saí prá tentar encontrar aquele meu velho do conto "Dei o cuzinho no Terminal de Ônibus". Chegando lá no Terminal, nada dele. Não me dei por vencido e decidi esperar um pouco. Ele nem apareceu, mas como eu já estava ali, resolvi me arriscar e tentar algo. Entrei no banheiro, mijei, e fiquei um tempão em frente ao espelho da pia, só vendo o movimento. Do nada, apareceram quatro caras, com idades entre 35 e 75 anos, todos querendo um cu prá comer bem gostoso. Dos 4 caras, um descartei de imediato: o de 75 anos. Não curto caras dessa idade. Mesmo assim, os 4 estavam meio que "me disputando à tapa" e, claro que, gostei de perceber isso. O clima era: vamos ver quem come a bichinha gostosinha…
Aí, como quem estava realmente querendo enxugar a mão, fui pegar papel, e na volta, Eugênio, o "cinquentão negro" passou a mão na minha bunda bem gostoso. Achei que aquela atitude dele merecia um prêmio(no caso, claro, comer o meu cuzinho faminto que queria rola. Entrei numa das cabines, e fiquei aguardando Eugênio entrar prá me comer. Qual não foi a minha surpresa, quando ele sugeriu que fossemos prá outro lugar pq ali tava meio perigoso por conta dos seguranças que querem cortar o barato de quem quer trepar. Foda…
Fomos prá fora, e lá ele sugeriu o cemitério, alegando que, era sossegado e que ficaríamos à vontade. Fiquei pensativo, mas aceitei, afinal, queria dar o cuzinho, fosse aonde fosse, bem gostoso. Então fomos, meio distantes um do outro prá não dar na cara, afinal queríamos paz.
Decidimos ir no Ossário, que é aonde tem gavetas com os ossos dos mortos, o famoso descanso perpétuo é ali, e ninguém vai ali em dias de feriado(a não ser Finados, claro, né?). E chegando ali, escolhemos um local mais isolado ainda, aonde fosse quase impossível de nos pegarem. O Eugênio disse: aqui será o matadouro. Apenas dei um sorriso e esperei… E não esperei muito não, pq Eugênio foi descendo as calças e oferecendo o pau prá eu chupar. O pau dele, não era grande, mas grosso, tanto que pensei que faria a "Bicha Guerreira" de ter de aguentar a pulso aquele mandiocão preto enterrado no meu rabinho sedento de pica. E eu mamei gostoso, pq o pau dele estava bem cheiroso, devia ter tomado banho naquela hora. Chupei bastante, conduzindo a situação, levando ele a dar resmungos e gemidos. Foi aí que Eugênio pediu: agora, eu quero o seu cuzinho. Me levantei, abaixei o meu short, e me virei, salivando a minha mão, e lubrificando o meu cuzinho, deixando daquele jeito. Foi aí que me virei e empinei bem o meu bundão, abrindo a minha bundona todinha pro pau dele entrar.
Eugênio, tentou uma, duas, três vezes entrar no meu cuzinho e nada. O pau dele era super grosso, tinha que ter calma prá entrar num cu, por mais arrombado que esse cu seja. Básico isso… Até um menino de 10 anos que vai comer um cu, se tivesse pau grosso saberia disso.
Bem, voltando aos fatos, passei mais saliva nos dedos para em seguida, passar bem no meu cuzinho, esbusuntando de verdade o meu cu de saliva. Agora, ou vai ou racha! E fooooooooi!
O pau entrou gostoso, abrindo caminho suavemente prá dentro de mim, enchendo o meu cu com sua presença. Suspirei de tesão e alívio, afinal, aquele cacete entrou sem dor e eu amei.
Eugênio, ao perceber que todo o seu pau estava enterrado no meu cu, me catou excitado pela cintura, e começou a meter com força e tesão, gemendo e resmungando de prazer puro.
Ele fodia tão gostoso, que me esqueci de onde estávamos. Meu cu se abria mais e mais a cada bombada do pau dele no meu cu. De repente, ele crava a pica com tesão e urra, e senti jatos e jatos de porra quente invadirem o meu cuzinho arrombado e saciado. Eugênio tirou o pauzão de dentro de mim, e levanta as calças. Faço o mesmo, e saímos de lá, primeiro eu (as damas) depois ele, claro. Saí andando nas nuvens, adorei a foda, mas sabe do que? Eu não fui prá casa. Voltei ao Terminal prá ver se aqueles caras ainda estavam lá. Quer saber o que aconteceu? Depois eu te conto com todos os detalhes. Fui, Beijos na sua pica!!!