Flagrei meu pai no banheiro… Parte 2

Click to this video!
Autor

Primeiramente quero avisar que essa não é bem uma continuação do último conto, pois não acontecei muita coisa desde a última vez que escrevi a apenas espiei o meu pai mais duas vezes e o vi batendo punheta.
Quero agradecer pelos comentários deixados no último conto, porém não me ajudaram em muita coisa.
Disseram para eu andar de cueca pela casa e assim ele veria que eu estou meu sentindo a vontade e ele também faria mesma coisa, mas, esqueci de citar que tanto eu como ele já fazemos isso desde que eu era pequeno pois moramos em uma cidade um pouco pequena e os costumes daqui são um pouco diferentes das grandes capitais.
Me deram a ideia de quebrar a fechadura da porta do banheiro mas esqueci de dizer que ele não tranca a fechadura então devem se perguntar por que eu não entro de uma vez e tiro minhas dúvidas se ele está mesmo batendo punheta, e fingir que não sei bem o que é isso (seria mentira porque eu também bato punheta 😂e já fiz isso pensando nele kkk) e perguntar em quem ele está pensando. No entanto eu não tenho coragem de entrar assim do nada pois ele pode não gostar e falar para a minha mãe e eu posso levar uma baita de uma surra.
Me sugeriram a simplesmente ficar nu na frente dele, eu já fiz isso na casa antiga algumas vezes nas primeiras vezes ele me viu e deu uma risada é um sorriso mas na última vez que eu fiz foi quando ele estava chegando então eu me atrapalhei, tirei a cueca e corri para o banheiro para me molhar e fingir que estava saindo do banho.
Porém ele percebeu e me perguntou porque sempre que ele chega eu tiro a roupa apressadamente e corro para o meu quarto e também perguntou o que eu queria. Dei uma desculpa e ele ficou meio desconfiado mas ao que parece não contou para a minha mãe.
Quero pedir aos leitores que deixem mais sugestões aqui. Obrigado por lerem!