A melhor titia do mundo

Click to this video!
Autor

Ola galera, minha historia começou após a morte da minha mãe quando eu estava com 8 anos de idade, eu era filho único, ai meu pai se casou novamente com uma mulher que era o cão em forma de gente, ela me batia, além do mais ela tinha 2 filhos e tudo era só pra eles, eu vivia passando fome, apanhando, era raquítico, fraco, meu pai nem ligava, mas certo dia um dos filhos dela que tinha 13 anos me deu um soco no estomago, eu fiquei no meu da rua caído com muita dor no estomago e quando cheguei em casa por volta das 18:00hs meu pai ainda me bateu, eu fiquei fulo da vida, ai resolvi aprontar, visto que a casa era de madeira, eu sai cedo antes que todos acordassem sai escondido e visto que estava muito calor eu acendi um tunjo de papel e deixei dentro do telhado que era de madeira e tinha um assoalho o fogo logo se alastrou e eu ainda deixei o gaz ligado, meu a casa começou a pegar fogo eu já na rua escondido, eu só vi quando meu pai saiu gritando e levando a mulher dele ainda de camisola os filhos dela de cueca, a casa queimou toda e os botijão explodiu, os bombeiros foram chamados, mas não adiantou a casa ficou destruída, o carro dele também queimou todo, tudo se perdeu, eu escodido ninguém perguntou por mim, só uma vizinha que perguntou de mim, ai eu apareci e disse que estava bem, a reação do meu pai foi logo me acusar, e veio pra me bater, mas a policia já tinha chegado, e ele se controlou, só sei que eu não queria voltar, falei pros policias que foi eu pois ele me bateu, me levaram pra um abrigo, mas minha titia Clara foi la e conseguiu minha guarda, com ela as coisas era diferente, tudo era bom, comida, a casa, ela me tratava como um filho, embora ela era solteira e morava sozinha, mas me dava de tudo, e eu fazia todas as vontades dela, o tempo passou, eu com 10 anos na quinta serie, ela se sentia orgulhosa, nunca teve reclamação minha, aos 12 anos eu na sétima serie, fazendo cursos, mas tinha uma professora na escola muito doida, ela falava palavrao, as vezes ficava perto da escola com o namorado no carro, certo dia eu estava indo pra escola era interior e ruas de terra, mas a escola era perto, ai vejo o carro dela parado, o cara de pé e ela ajoelhada num jornal chupando o pau dele, eu me escondi e fiquei olhando, ai depois de alguns barulhos muito melado na boca dela ela senta no capo do carro abre as pernas e ele manda a boca na buceta dela, ai tira a calcinha dela lambe o fundo e chupa com força a buceta dela, ai começa a vir um carro eles se ajeitam entram no carro e saem, eu via os moleques se masturbando, mas eu nunca fiz, e a cena não saia da minha cabeça, o interessante é que essa professora certo dia chegou na sala de aula, um aluno falou, é prof a senhora com o namorado hein, ela falou, é pra quem pode não pra quem quer, na hora do intervalo ela já estava em outra sala, ai os alunos foram ate a sala dos professores não havia ninguém ai entraram pegaram algo dentro da bolsa de uma professora e saíram, a bolsa era da prof doida, e saíram com a calcinha dela, no banheiro cheiravam se masturbavam um dizia o cheiro da buceta dela é muito gostoso, depois foi a confusão ela brigando com todos querendo saber quem roubou a calcinha dela, ai uma menina disse que foi os moleques, eles forma suspensos, mas eu cheguei em casa com tantas ideias na cabeça que nem sabia o que fazer, só estava curioso, pensei, vou falar com minha tia Clara, ela era super compreensiva e atual, que eu decidi falar com ela, e cheguei nela disse que queria conversar estava com duvidas, ela falou, sim meu amor, pode perguntar tudo que quiser. eu perguntei.
Tia sabe na escola eu vejo algumas coisas que me deixam curioso, os meninos maxendo com o negocio no banheiro, roubaram a calcinha na bolsa da professora e ficaram la, falavam que o cheiro da buceta dela era bom, e eu também vi a prof e o namorado fazendo isso e aquilo.
Ela, ficou espantada, mas falou. É as pessoas fazem isso mesmo, é comum, depravado fazerem em qualquer lugar, mas acontece sim, e na fase que vcs garotos estão ainda mais sem orientação fazer isso é comum, se masturbam, fazem essa estripulias, e se vc faz é normal. Eu falei. Não tia, eu não faço, mas sabe sinto algo, curiosidade meu negocio fica parece que mexendo, da algo que eu não sei explicar. Ai ela fala. Normal meu amor, vc fica excitado, mas é melhor evitar esses garotos, amizade com eles podem dar problema. Eu falei. Não tenho amizade com eles não, a senhora sabe que fico na minha, mas sabe as vezes da vontade de saber, eles dizem que é a coisa melhor do mundo. Ela falou. É de fato deve ser mesmo, mas eu sou virgem não sei bem ao certo, só que é bom, mas é perigoso, tem que saber o que esta fazendo com quem, e tudo tem a hora certa, no seu caso é muito cedo, mas eu já com 30 anos ainda sou virgem, então não sei ao certo como é, mas vamos ver o que eu posso fazer pra te explicar, agora vamos dormir, amanha eu tento te explicar. A conversa foi tao boa que eu fiquei com o pinto latejando, foi muito legal ela me explicava, mas acabou me deixando mais doido de vontade de saber e experimentar. aquela noite eu acordei varias vezes, sonhando com coisas, com a professora chupando o pau do namorado, ele chupando a buceta dela, e levei a mão no pau comecei a mexer, era bom, puxei a pele, me arrepeiei, comecei a subir e a descer a pele, muito bom logo gozei sem saber, não ejaculei e fiquei pensando, os muleque soltam aquela coisa branca, e eu não, ai dormi, no dia seguinte, tia Clara acorda eu também tomamos café, ai ela fala. Estava pensando num jeito de te explicar. Ai eu falei a ela, sabe, os meninos mexem no negocio e soltam uma coisa do pinto, ela fala. Sim é o espermatozoide e me explica detalhadamente, ai eu falo que do meu nunca saiu, ela fala. Mas vc disse que não se masturba. Eu falei. Sim, mas teve um dia que estava como que coçando e deu um negocio eu continuei mexendo e era bom. Ela falou. Ah então vc se masturbou, mesmo sem saber, isso que vc fez é masturbação, mas calma na sua idade é normal não sair, logo seus testículos vao começar a produzir esperma e vc vai expelir, no momento certo. Ai eu disse. Então não tem nada de errado comigo? Ela disse. Claro que não, vc é normal, e se excitar com meninas é normal, só não caia na onda dos moleques, o que quiser saber pergunte a mim, ta bom? Eu falei. Ta bom tia. descupa por eu dizer essa coisa com a senhora. Ela fala. Não tem nada que se desculpar, querer saber é normal e melhor do que descobrir de forma errada, se bem que deixa pra la. Esse deixa pra la, me deixou sem saber, mas resolvi deixar quieto, os dias passaram as férias de junho chegou, ela também pegou férias, e resolvemos ir ao litoral visto que la fazia calor ate no inverno, e fomos, ela dirigindo com uma sainha curta, uma coxas gostosas, eu sem me dar conta estava de olhos nas pernas da minha tia que era alta, corpuda, morena clara, sem barriga, mas uma mulher grande, quando chegamos a sua casa de praia, ela desce do carro dentro da garagem, e a saia fica presa na bunda, eu vi e me perdi olhando o pinto piscando, ai ela vira e me ve olhando pra sua bunda, ai poe a mao atraz desatola a saia e a calcinha, e fala. Meu amor, vc esta olhando pra bunda da titia? safado, tava tao bom assim a visão? hein me responde. Eu calado, ela falou. Ah para, não fica calado, nem envergonhado, eu acho que já sei uma forma de te mostrar algo. Eu pensei comigo. Deixa eu ver de novo. Ai ela me chama pra ajuda-la a levar as coisas pra dentro, depois me chama pra fazermos uma faxina, depois que terminamos estávamos exaustos, tomamos banho ela pede pizza, comemos ai fomos pra sala, ela fala, não vamos sair mais hj, já esta tarde e eu estou cançada, quero ficar aki, eu também queria, então estava tudo bem, ai ela fala. Amor, vem aki perto da titia, vc estava me olhando né? pode falar, eu to pensando em te ensinar na pratica, assim aprendo também. Ai eu besta falo, mas como tia? É claro querendo que fosse ver e pegar nela, ou quem sabe ela me chupar, eu eu chupar ela, mas era um sonho que pra mim era difícil ela querer, mas pra minha surpresa ela fala. Bom vamos tentar algo de inicio, um beijo. Eu falei, mas tia, eu fico sei la com a senhora. Ela fala. Ah eu também acho que fico assim com vc, mas vamos fingir que somos namoradinhos. Ela se aproximou, eu também e sem jeito colamos os lábios, que delicia, a boca dela era um delicia, grande carnuda, suculenta, meu pau latejando, um beijo longo, ai nos afastamos um pouco ela fala, que foi muito bom pra ela, e eu falei, pra mim foi melhor ainda, ela que bom, agora já somos mais íntimos, então sem vergonha com a tia. Ai ela vem pra perto e fala, deixa a tia ver esse pinto, eu pego no elastivo da bermuda, e fico parado, ai ela vem e fala, pode mostrar, e vai abaixando minha bermuda, meu pinto duro, embora no tamanho certo pra minha idade, mas era bem carnudinho, ela segura, que coisa gostosa, começa a acariciar, e olha pra mim me beija, e pergunta. Esta gostoso? Eu quase explodindo falo. Simmm tia que delicia, ela aumenta o vai e vem e eu gozo, ela fala. Ta vendo vc gozou, eu já sentado no sofá com as pernas bambas ela ali, e nos beijamos de novo, ela leva minha mãe nos seios dela, e fala. Pega a titia quer. Eu pego que gostoso, ai ela me pede pra chupa-los eu os chupo que delicia, muito bom ai ela pede pra ir ao banheiro, depois eu vou, e ela fala, Agora vamos pra minha cama, vamos ver mais coisas. E la vamos, Ela tira a roupa ficando sem nada, e fala, agora ve a calcinha da tia eu pego cheiro no fundo que delicia, ai ela fala, Agora vc vai fazer otura coisa, e deita na cama, e fala, chupa a minha vagina, ela raspou mas tinha uns pentelhinhos, eu vou com a boca, parece que tem um pele em cima, eu falo, mas o pq e assim, ela fala. É que a titia é virgem depois fica aberta, ai eu lambo, ela fala, passa mais ai, que obedeço, ela começa a se contorcer, eu com a língua já áspera, mas ela manda eu continuar, e geme forte, uma meleca gostosa sai eu lambo tudo, ai ela fala. Vai lavar o rosto e volta, eu vou ao banheiro lavo o rosto e volto, ai ela fala, Agora vamso ver como é em vc. ela me manda deitar, fica de joelho em cima de mim inclina pra frente e começa a lamber meu pinto, que delicia, era muito melhor do que ela me masturbando, ai eu sinto algo muito forte, eu ahhhhh ela afasta um pouco a boca na hora que eu parecia que ia explodir, e souto jatos de porra no rosto dela, na boca dela, ela com a cara toda lambuzada fala. Safado ejaculou pela primeira vez na minha boca, e começou a lamber o restinho do gozo que estava escorrendo no meu pinto, ai veio em cima de mim e me beijou com a boca e a cara toda suja de porra, dai fomos ao banheior tomamos banho juntos, e fomos pra cama dela, dormimos abraçados, de manha, ela me acorda e me puxa pra cima dela, endurece meu pinto e vai direcionando na buceta, e vai forçando a entrada, doi um pouco, mas é gostoso demais, ai meu pau entra, ela começa a me puxar, e afastar, muito bom, derrepente eu gozo muito ela também, ai ela levanta e fomos tomar café, os dias vão passando naquela primeira penetrada nela saiu sangue da buceta dela, eu já viciado, nos transando todo dia, muito bom eu me sinto o rei da cocada preta, um poderoso, com uma mulher mais velha, delicia, o tempo vai passando aos 20 anos eu me caso, minha tia nunca quis se casar, e o caso dela só tem sido comigo, mesmo depois que eu casei, eu continuo a ter relações com ela, hj estou com 40 anos casado 4 filhos, minha tia esta com 58 anos, mas linda, e ainda transamos hj, sem que ninguém saiba, só nós e agora vcs sabem.