acho que já nasci viadinho

Click to this video!
Autor

tudo aconteceu na minha infancia
eu devia ter uns 7 anos quando tudo começou, me lembro que mudamos para um sitio onde meu pai foi ser o caseiro, nossa familia era meu pai, minha mãe e eu e minha irmã, eu com 7 anos e ela com 6 anos
o sitio era grande, chegava a ser quase uma fazenda, tinha umas casinhas dos empregados em varias partes do sitio e eu e minha irmã brincavamos muito todos os dias, as vezes saiamos de casa e só voltávamos quando a nossa mãe nos nos gritava para almoçar
sempre iamos brincae numa casinha a uns 300 metros da nossa e lá morava um senhor de uns 45 anos ( seu jaci )que cuidava das cercas quando tinha alguma estragada e como já estava tudo consertado ele ficava em casa cuidando das galinhas e dos pórcos
fizemos logo amizade com ele e iamos quase todos os dias para lá, ele gostava de contar histórias para nós e assim passavam as horas…
depois de umas duas semanas ele começou a nos colocar em seu colo e ficava nos elogiando e brincando de esconde esconde ou seja, ele escolhia um de nós para procurar e se escondia com o outro, o esconderijo sempre era diferente e demoravamos muito a encontrar
me lembro que quando era eu a me esconder com ele, ele se sentava numa cadeira e me chamava para ficar sentado em seu colo e logo eu sentia o piru dele duro se esfregando em mim, na minha inocência nem desconfiava de nada, eu ria muito porque fazia cocegas no meu cuzinho e assim foi passando o tempo, quando ele se escondia com minha irmã eu demorava bem mais tempo a encontra-los, fui crecendo, ja estava com 8 anos e minha irmã com 7 anos, nossos corpos já tinha se desenvovidos bem e ja tinhamos uma bundinha bem grande e já estávamos nos sentando em seu colo peladinhos e ele com o piru duro se esfregava em nós…
me lembro que depois de todo esse tempo se esfregando em nós o patrão mandou ele embora e ficamos muito triste porque nós brincavamos com ele praticamente todos os dias
duas semanas depois chegou um senhor negro, dia ter também uns 45 anos. alto e forte para fazer o mesmo que ele fazia
ele se levantava sedinho, pegava a caixa de ferramentas e ia procurar cerca para consertar, as vezes quando ele passava nós estavamos brincando e ele no comprimentava e nós sorrindo respondiamos, um dia fomos mais longe e ao entrarmos numa plantação de cana houvimos um barulho de àgua e fomos devagarinho olhar e vimos esse senhor que se chamava joão deitado debaixo de uma árvore descansando, estava peladinho, havia tomado seu banho no rio e estava deitado de barriga para cima cochilando
ficamos olhando e vimos quando o piru dele começou a ficar duro, era muito maior que do outro moço, acho que dava 2 do dele e era bastante grosso, minha irmã olhou e me perguntou se podiamos ir brincar com ele enquanto ele dormia, eu sorri muito e falei e se ele acordar, ai ela falou, ai nos fingimos que que não sabemos de nada e vamos ver o que ele diz…
fomos bem devagarinho nos aproximando, minha irmã pisou num galho seco e ele se mexeu mas não acordou, (foi o que pensamos), ficamos um de cada lado e logo minha irmã segurou no piruzão dele e começou a alizar, eu também fazia quando ela largava e assim ficamos uma meia hora até que ele soltou muito leite e chegou a espirrar nas nossas caras, riamos muito e saimos de mansinho e fomos embora
no caminho falei para minha irmã não contar nada para nossos pais porque eles iam nos proibir de sair de perto de casa para brincar
chegamos em casa, nossa mãe já estava com a comida pronta, fomos para o banheiro nos lavar, aproveitamos para tomar banho e limpar a porra que ele tinha espirrado em nosso corpo, nos enchugamos e fomos almoçar…
depois do almoço saimos para brincar novamente e passamos na frente da casa do seu joão e ele no chamou para tomar caldo de cana e fomos sorrindo e felizes e entramos, assim que entramos ele mandou que ficassemos sentado no sofá e que se quisessemos podiamos ficar peladinhos porque ele em casa só andava pelado, olhei para minha irmã e na mesma hora tiramos nossa roupa e ficamos esperando ele tomar seu banho e quando voltou estava peladão já de pica muito dura
olhamos espantados, parecia maior ainda, sentou no sofá no mei de nós dois e pegou nossas mão e mandou ficarmos alizando enquanto ele passava as mãos em nóssas bundas…
para facilitar mandou ficarmos de 4 e suas mão percorria nossas bundas com mais facilidade e ficava brincando na portinha dos nossos cuzinho, estava muito bom porque ja estávamos acostumados com o piru do seu jaci nos sarrando todos os dias
ai ele mandou a gente abaixar a cabeça e ficar lambendo o piruzão dele…
se gostaram depois conto o resto