Esposa quenga – Ela deu para os coroas

Click to this video!
Autor

Depois de realizarmos uma fantasia, Andreza e eu começamos a nos animar mais nas nossas transas, sempre fazíamos algo diferente para não cairmos na rotina de uma relação. Ela gostou de ter ficado com um estranho e comigo, mas queria experimentar de novo. Sabia de uma gafieira onde normalmente se encontrava alguns coroas, queria que ela ganhasse mais experiência, e porque não? Nos preparamos para o dia da festa que acontecia no outro lado da cidade, sabia que não encontrar tantos conhecidos. Entramos e já estava rolando algumas musicas, estava movimentado e tinha bastante velha guarda, poucas pessoas novas, só quem curtia mesmo. Ficamos vendo alguns dançarem, como não sabia nada não quis arriscar. Mas veio um senhor e me pediu permissão para dançar com a Andreza, ela me olhou pedindo aprovação e foi dançar. O coroa dançava bem, eles dançaram umas duas musicas e ela voltou pra mesa. Um outro coroa também veio e pediu pra dançar. Ela estava bem animada e dançaram umas duas musicas também, sendo que dessa vez ela não voltou pra mesa, já tinha outro esperando e a puxou também pra dançar.
Ela estava gostando dos coroas roçando nela, ficamos a noite toda ali mais não rolou nada nesse dia. Voltamos pra casa e transamos loucamente… ela falava que os coroas estavam de pau duro roçando nela. Perguntei se ela topava um coroa, ela disse que sim que seria bom, pelo menos se fossem igual aqueles que conhecemos na gafieira. Passou umas duas semanas e voltamos lá para nos divertimos um pouco, por incrível que pareça um dos senhores que tinha dançado com ela, estava lá. Quando ele a viu abriu um sorriso e veio se apresentar. Ele se chamava Paulo, tinha uns 68 anos pura disposição, era moreno, boa pinta. Conversamos um pouco e era o aniversario dele, ia se encontrar com mais dois amigos para comemorar. Andreza ficou assanhadinha querendo conhecer esses amigos dele e queria participar da festa, se ele deixasse. Ele olhou e disse que seria um prazer de ter ela como presente… entendi a indireta dele pra ela, ficamos mais alguns musicas e depois seguimos com o Paulo para uma casa próxima ali. Não era muito longe, dava para ir a pé… entramos parecia uma casinha de prostibulo disfarçada, dois amigos dele já estavam lá se divertindo vendo garotas dançarem no poste.
Os amigos dele eram o Claudio uns 60 anos, branco e o Vander uns 65, moreno. Eles se animaram quando viram a Andreza, perguntou se eramos parente… o safado respondeu que era uns parentes distantes e iam passar a noite do aniversario dele ali. Andreza só ria e sentou do meu lado junto com o Paulo. Dessa vez ela estava de vestido curto e toda maquiada, ate eu me surpreendi com ela. Curtimos a meninas dançando e os coroas instigando pra ela dançar também. Ela ficou um pouco vermelha e disse que só se fosse num lugar reservado que ali ela não queria se expor. Na mesma hora os coroas chamaram uma atendente e perguntou quanto era um quarto. Seguimos pelo corredor e entramos em um.
Como dava para ouvir o som de fora, ela começou a rebolar no quarto… as vezes ela ia de colo em colo rebolando aquela bundinha gostosa. Os coroas ficaram louco com ela dançando daquele jeito. Ela tirou o vestido e ficou só de calcinha todo fio dental, que safada… quem diria que aquela novinha tímida ate outro dia, seria putinha dos coroas naquela noite… Paulo tirou seu pau pra fora meio mole ainda e ficou balançando pra ela pegar, ela ficou de quatro e foi em direção dele… começou a chupar o coroa e os amigos dele também se animaram e fizeram a mesma coisa. Paulo tirou a roupa e foi por de trás dela, colocou a calcinha de lado e começou a dar uma bombada nela… ela revezava nas chupadas. Paulo se levantou e a levou pra cama, deitou ela na ponta e voltou a meter forte nela… todos nos ficamos ali assistindo a foda. O coroa não cansava não, colocou ela de quatro e metia sem parar, puxava o cabelo dela, dava uns tapinha e metia sem parar. Quando estava gozando tirou e despejou seu gozo na bundinha dela.
Claudio e Vander a limparam com um papel que tinha ali no quarto e começaram a acaricia-la, os dois estavam bem animados. Vander deitou na cama e puxou ela para cavalgar nele, ela sentava com vontade na pica do coroa, o Claudio que só observava subiu na cama e foi por trás dela, ela olhava pra ele e empinou mais ainda a bundinha. O Coroa também meteu na bucetinha dela, ela tentava rebolar e os forçaram uma dp na xaninha dela… quem diria dois coroas comendo ela assim. Ela gemia gostoso com os dois pedindo para eles arrombarem a bucetinha dela… os dois ficaram um bom tempo nessa posição ate que o Claudio saiu e a puxou pra gozar no rostinho dela. O Vander a deitou na cama e começou a meter nela no frango assado ate gozar na barriguinha dela.
Assisti de camarote os coroas arrebentando minha futura esposa. Quando nos íamos nos despedindo os coroas colocaram um dinheiro no sutiã dela. Que ela foi um belo presente.
Quando entramos no carro e voltamos pra casa, ela puxou o dinheiro e contou. Não é que a safada ganhou mil reais com aquela foda…