Enrabado desde cedo com muito prazer

Click to this video!

Meu nome é Luis e esse é meu relato real. Nasci no Maranhão e com 6 anos me mudei pra onde minha mãe estava em SP, mas ela mão podia ficar comigo então me deixou na casa de uma senhora que também veio de lá e que cuidava dos netos para a as filhas trabalhar também, a casa era cheia sendo a avó e 6 netos um menino da minha idade (6 anos), outro de uma menina de 9 é um de 12, e os mais velhos uma de 17, um de 19 e outro de 21. Eu sempre soube que gostava de rola desde pequeno, quando cheguei naquela casa e me deparei com aqueles garotos na flor da idade, exalando masculinidade eu já começava a ter um desejo por eles.. nós não podíamos sair de casa pra brincar então brincávamos de nos esconder dentro de casa ou vídeo games, com o tempo o garoto de 12 anos começou a reparar em mim eu já tinha um jeitinho afeminado e até hoje tenho um rabo bem feminino com cintura larga e bem grande, já era assim com 6 anos, então o João (de 12 anos) ficava no quarto brincando comigo e com o outro da mesma idade que eu e metia o dedo no meu cuzinho, fazia o irmão pequeno fazer a mesma coisa e com o tempo começou a me botar de bruço na cama e se esfregar em mim até hoje lembro que ficava um cheiro de rabo com rola no quarto… um dia ele disse que ia meter no meu cuzinho e eu já tava doido pra dar não estava nervoso e estava ciente do que estava acontecendo, o tesao era muito grande, ele pediu pra mim ficar de 4 na cama com o rabinho pra cima e pediu pro irmãozinho abrir minha bunda e ele começou a passar a baba no meu cuzinho ainda virgem de 6 anos, até que começou a meter, eu juro que não senti dor, foi a coisa mais prazerosa… e foi aí que ele me comeu, ele em cima de mim, era notável a diferença de tamanho pois ele já era bem grandinho pra 12 anos e ele me comeu e fazia o irmãozinho de ajudante. Em um determinado dia o Neto, nome do mais velho de 21 anos começou a dedar meu cuzinho também, acho que o João comentava com ele que me comia e então eu me via sendo abusado por aquele macho grande, Neto era um verdadeiro macho, corpo atlético e vivia sem camisa em casa com aquelas bermudas de futebol, tinha aquele cheiro de macho que vive batendo punheta e ele tinha fama de punheteiro entre os irmãos, quando ele tava na sala jogando vídeo game eu aproveitava pra ficar lá olhando e então ele ficava metendo o dedão do meio no meu rabinho, acho que só o dedão dele já me dava o prazer que o penis do João de 12 anos dava, e eu já imagina que o Neto deveria ter uma rola gigante até quando ele começou a exibi-la pra mim quando não tinha ninguém por perto, e era uma rola de macho muito grande, devia ter uns 23 cm e eu imaginava se caberia no meu cuzinho de criança mas a vontade era grande, às vezes quando todos estavam na sala vendo TV, eu estava sentadinho perto dele, ele gostava do perigo, ficava acariciando meu cuzinho, comia meu cuzinho com aquele dedo grosso. Então chegou o dia em que fui tomar banho e como a casa só tinha um banheiro ele inventou de que queria cagar.. eu abri a porta e ele foi, eu estava lá tomando banho e ele no vazo batendo punheta e me olhando, eu sai do chuveiro e peguei a toalha, quando fui sair ele me puxou.. eu pude ver aquela vara enorme na minha frente, eu pequeno e ele sentado no vaso, a rola ficava pra cima e passava da minha altura e então ele disse:

-Chupa ai vai, eu sei que tu gosta..

Eu estava meio assustado mas comecei a punhetar ele, minha mão nem fechava naquele cacete grosso, então ele puxou minha cabeça e eu automaticamente abri a boca e mamei, minha primeira mamada, mas minha boquinha era muito pequena ainda, enquanto eu tava com a boquinha na rola dele, ele cuspia e metia o dedo no meu cuzinho, e eu sentia que já tinha mais de um dedo no meu cu..

-Eu quero comer esse rabo, deixa eu comer seu rabinho deixa..

Eu só estava com medo de alguem nos pegar..

-não alguém vai entrar aqui

-Cala a boca porra!! Eu tranquei a porta, eu vou comer esse cuzinho, tu é viadinho que eu sei que o João come teu rabao.. vê se pode desse tamanho já levando pica no cuzinho mas agora tu vai levar uma de verdade sua menininha bunduda

Então, depois de ter alargado meu cuzinho o suficiente com os dedos, não consegui dizer mais nada, apenas fui deixando aquele macho enorme me botar de quatro no chão do banheiro e montar em cima de mim como se tivesse em cima de um cachorrinho pequeno… e começou a comer meu cuzinho, eu gemia baixinho igual uma menina mesmo e ele me fodia como um macho com fome, colocava as duas mãos em volta da minha cintura formando um cinto e forçava pra baixo deixando meu rabo mais empinado pra cima, sai com o cuzinho todo gozado, apartir dai o Neto sempre comia meu cuzinho, com o tempo o João foi crescendo e já me fudia com sua rola de adolescente. Fui o lanchinho deles dos 6 aos 14 anos, hoje em dia ambos têm filhos e moram com mulher mas tenho certeza de que se eu quiser eles vem me comer.