vi videos e dei para ele

Click to this video!
Autor

Eu queria compartilhar com vocês uma história que me deixa muito constrangida e ao mesmo tempo feliz, sei que é difícil entender ficar dividida desse jeito mas tudo isso começou quando notei que sentia prazer por vídeos de incesto, principalmente aqueles em que a mãe transava com o filho.

Meu filho Caio tem 19 anos agora em Janeiro e ano passado começou nossa história proibida quando meu marido, hoje ex, começou a me tratar muito mal repentinamente e eu logo desconfiei que ele tava com outra e foram dias de muito sofrimento, até hoje é difícil, mas o Caio me deu todo apoio, ele deixava de sair com os amigos pra ficar comigo e acho que por carência eu idealizei o homem perfeito no meu filho e comecei a olhar para ele com outros olhos, achando ele lindo, atraente e tudo mais.

Comecei a ficar mal com esses pensamentos, deitava na cama, pedia perdão por esse pecado mas logo em seguida tava eu em algum site pornô vendo vídeos de mulheres mais velhas com garotos novinhos e modéstia a parte eu tenho 45 anos mas ainda tô inteira! sempre curti fazer ioga, pilates e dança na academia, sou uma mulher que se cuida, tenho cabelos até metade das costas e um corpo magro mas uns peitos enormes.

Em uma dessas noites me masturbando vi um vídeo de uma mãe que seduzia o filho assim que ele chegava em casa e transava com ele na cozinha e fiquei fantasiando fazer isso com meu filho e ao mesmo tempo me sentia um lixo de mãe.

Um dia eu fingi que ia trocar a toalha do Caio e entrei no banheiro de repente, deixando ele muito sem graça já que o box daqui do apartamento é transparente e pude ver o pau dele, que era maior que o do pai e muito mais grosso.

Ele pegou a toalha vermelho de vergonha mas desse dia em diante começariam nossos flertes e ele sempre me olhava estranho e eu na maior cara de pau comecei a deixar a porta do meu quarto aberta de proposito e como conhecia os horários dele eu ficava de lingerie passando hidratante no meu corpo, ficava de perna aberta deitada na cama vendo tv e um dia quando ele saiu pra balada e voltou meio bêbado me flagrou tocando siririca e gritou pra eu fechar a porta.

Nos dias seguintes ele não comentou nada, fingimos que nada aconteceu mas eu já não aguentava mais, quem sente um tesão danado por alguém e não pode realizar, sofre muito e eu já tava cansada de ficar me masturbando então uma noite fingi que tava triste e chamei o Caio pra dormir comigo e como sempre foi bom filho ele topou e eu logo abracei ele e ele fez carinho no meu cabelo.

Não resisti e acabei pegando no pau do Caio

Minha boceta nessa hora tava tão molhada que passou pra o short e ele tava tão concentrado vendo a tv que nem notou, mas eu aproveitei que ele tava bem sonolento e quando ele dormiu eu toquei no pau dele por cima da bermuda e não aguentei ficar muito tempo assim e arrisquei colocar pra fora e na hora ele se mexeu mas continuou como se tivesse dormindo.

Masturbei meu filho devagar, coloquei a cabeça daquela pica na ponta da minha língua e nessa hora eu tava com medo dele ficar com ódio de mim mas o tesão falou muito mais alto, e botei todo na boca e nessa hora ele acordou, gemeu baixinho e com os olhos ainda fechados (parecia que ele não queria olhar pra mim com vergonha) ele empurrou minha cabeça cada vez mais na direção do seu pau.

Depois disso eu parei, sentei na pica dele e comecei a rebolar gostoso e ele continuava em me olhar e sem tocar em mim, então eu resolvi não beija-lo pra não assustar meu filho, mas não demoramos ali, eu sentando gostoso, ele soltando gemidos baixinhos e logo nós dois gozamos bem gostoso, ele levantou e foi pra o quarto dele.
vídeos de incesto
Resolvi respeitar esse tempo mas o resto do dia não falamos nenhuma palavra, mas a noite quando ele voltou da faculdade eu estava deitada com a luz apagada vendo tv na cama, ele chegou, tomou banho no meu quarto, deitou comigo só de cueca e logo começou a me tocar, tocando uma siririca bem gostosa pra mim e eu que não sou besta já fui pegando no pau dele.

Foi uma foda deliciosa, ele subiu em mim, meteu gostoso e pela primeira vez me beijou e disse que eu era uma safada, que não tinha parado de pensar na minha boceta gostosa e que foda-se se era errado, foi gostoso e ele queria mais.

Desde esse acontecimento eu e meu filho transamos todos os dias e cada dia fica melhor, ele sabe como eu gosto e eu conheço ele direitinho, a gente morre de medo de alguém desconfiar, então na frente dos outros a gente tomar cuidado até com a forma que a gente se olha.

Posso dizer que não esperava por isso, sempre achei nojento quando ouvia falar em incesto, mas hoje eu sou completamente apaixonada pelo meu filho, ele por mim e nós dois vivemos muito felizes.