Meu primo me comeu a força

Click to this video!
Autor

Olá, meu nome é Marcio e tenho 40 anos. Tudo começou quando tinha 09 anos, morava em uma cidade do interior, eu minha mãe e meu pai. Meu pai trabalhava em SP e só vinha pra casa nos finais de semana, minha mãe trabalhava de costureira em uma cidade vizinha e eu ficava sozinho o dia inteiro. Estudava na parte da manhã e à tarde ficava dentro de casa, pois minha mãe não deixava eu ficar na rua. Perto de casa morava um primo que tinha 15 ou 16 anos e trabalhava como ajudante de pedreiro. Um belo dia minha mãe pediu à ele para arrumar um cano que estava entupido. No dia seguinte ao chegar da escola ele estava em casa, nos falamos e fui para o quarto me trocar. Ao olhar para o espelho vi que ele estava me olhando pela janela, eu estava pelado e corri para o canto do quarto e me troquei rapidinho. Eu sou branco, olhos verdes e cabelos loiros lisos, os meninos da escola viviam me zuando dizendo que eu parecia menina e hoje olhando as fotos da época realmente eles tinham razão. Bom, fui pra cozinha esquentar a comida quando meu primo vem por trás e me agarra com força. Tampou minha boca e me arrastou para a sala. Eu tentei me soltar, mas foi inútil, ele era muito maior e mais forte. Ao chegar na sala ele disse:
– Eu vou tirar a mão da sua boca, mas se você gritar vai apanhar, entendeu?
Fiz sinal de positivo com a cabeça e aos poucos ele foi tirando. Morrendo de medo perguntei o que ele queria e ele respondeu.
– Vou fazer um negócio contigo, mas não pode falar pra ninguém, beleza?
Respondi que sim então ele me soltou, mandou eu abaixar o shorts e ficar de quatro no sofá. Eu não tinha malicia nenhuma e fiz o que ele mandou.
Ele veio por trás, cuspiu na mão e passou no pinto, depois me segurou pela cintura e logo senti seu pinto pressionando meu rabinho. Com muita calma ele foi forçando até que senti uma dor muito forte e tentei ir pra frente. Pedi pra ele parar, mas ele foi colocando até sentir seu corpo encostar no meu. Ele deu um tempo até que me acostumei, depois começou um vai e vem bem lento e aos poucos foi aumentando. Meu primo gemia e suava, ainda estava doendo, mas aguentei firme até que ele gemeu forte e senti um liquido quente me invadindo. Meu primo ficou agarrado e seu pinto latejava dentro de mim. Logo ele tirou e saí correndo para o banheiro. Estava assustado e com medo, me sentia dolorido e com nojo, pois minha bunda estava suja de porra e cocô.
Me lavei e ao sair do banheiro meu primo veio e disse que se eu contasse para os meus pais ele iria me bater. Jurei que não iria contar. Ele terminou o serviço e logo foi embora.
Fiquei assustado e dolorido por uns dias.
Nunca falei pra ninguém o que aconteceu, meu primo vendo que eu fiquei de boca fechada me comeu durante um bom tempo e acabei gostando. Hoje sou casado e de vez em quando pago um Garoto de Programa pra me foder.
Se vc é GP até 25 anos manda seu contato pelo e-mail [email protected]ol.com.br