fui molestada na cocheira (parte 4)

Click to this video!
Autor

Eu estava com 9 anos e eu continuava sendo abusada pelo meu padrasto frequentemente… eu o odiava mais que tudo, mas era viciada nele !!! Eu evitava ficar sozinha com ele,, mas quando sentia meu grelinho coçar de tesão, eu dava um jeito de chegar perto dele, e ele muito tarado me molestava de todo jeito, me chupava até me ver gozar, fazia eu chupar ele, batia com o pau dele na minha cara, e por fim fazia sexo anal em mim, me arrombando o cuzinho e despejando aquele jato de esperma quente dentro… ele queria me comer pela frente, e dizia pra eu ir me preparando, porque ele iria comer meu cabaço em breve, pois ele dizia que minha bucetinha era muito linda e ele não parava de desejar ela. Ele era um maníaco sexual, viciado em criança e eu era a sua presa… ele não era violento, mas era selvagem e pervertido… Todo o meu consciente odiava aquele homem e os abusos que ele me fazia, mas uma outra coisa dentro de mim se deliciava com tudo aquilo, e inevitávelmente ele me viciou na pornografia e no sexo pervertido. Eu muitas vezes provocava o instinto desse tarado dentro de casa… quando estava de mini saia ou vestido, eu me sentava com as pernas entre abertas pra ele ver minha calcinha, o olho dele ficava fixo e estalado direcionado na minha buceta… ele não conseguia disfarçar muito, mesmo quando minha mãe estava perto, então eu fechava a perna pra que ela não percebesse. quando eu ia tomar banho, eu deixava a calçinha no canto do banheiro, com o rego virado pra cima onde tinha aquela lubrificação branca que sai da buceta… ele entrava imediatamente e deixava a porta entre-aberta sabendo que eu iria espiar ele, e quantas vezes eu ví…. ele batendo punheta e lambendo o fundo da minha calcinha como um animal… era uma loucura… eu entrava no meu quarto e fechava a porta e batia siririca pensando na cena que acabava de ver. Certa madrugada eu acordei com ele tocando minha bucetinha com a mão dentro da minha calcinha, eu arreganhei bem ela pra ele continuar, e ele disse quase num sussurro: Vai na cocheira na hora que voce acordar, se não eu vou te comer aqui mesmo, vc sabe que eu sou louco, não sabe? eu fiz que sim com a cabeça, e ele saiu cheirando e lambendo os dedos… eu adormeci de novo com minha bucetinha ensopada e cheia de tesão. Quando acordei, estava ardendo de tesão, meu corpo estava em chamas… escovei os dentes, tomei café da manhã, e não tomei banho… queria que ele sentisse meu cheiro de femea, de cadela no cio… apenas vesti um vestidinho curto e fui até a cocheira, imaginando o que iria acontecer. Ele estava lá folheando uma revista pornografica e disse: voce demorou !!! Eu entrei em silencio, e ele me olhou da cabeça aos pés… sempre com aquele sorriso safado no canto da boca e falou: quando conheci sua mãe e ela me mostrou voce, nunca mais te tirei da cabeça. Sou doente pra te comer. Te iniciei com seus 8 aninhos, mas sempre mantive sua virgindade… e agora chegou a hora de eu te fazer mulher…. vem aqui !!! Ele me pegou pelo braço até onde ele estava sentado, e tirou meu vestido me dexando só de calcinha.. eu fiquei timida de cabeça baixa e parecia que isso deixava ele ainda mais louco… ele tava sentado na cadeira e me manteve de pé entre as pernas dele.. e começou a chupar minhas tetinhas que estavam apontadas como dois limõezinhos… passava a lingua, olhava e chupava… apalpando minha bunda !!! fui sentindo um calor gostoso, e ele percebeu
-Tá gostando né safada? Dá uma rebolada pro papai aqui dá…
comecei a rebolar e ele ficou desesperado e começou a chupar minhas tetinhas com mais força enquanto eu rebolava pra ele… então ele parou de repente e tirou o pau pra fora, que tava ereto, quase explodindo de tão duro… segurou na base dele e falou: Olha como você me deixa… Agora vem, cai de boca e chupa essa pica bem gostoso… vem minha putinha.
Eu me abaixei comecei a lamber a cabeça do pau dele, como eu sempre via nos filmes pornos que ele me fazia assistir… lambi o pau dele todinho, de baixo pra cima e depois comecei a chupar… ele me segurava pelo cabelo com uma mão, e com a outra ele tava enfiando o dedo no meu cuzinho pra lacear, como ele sempre fazia… que delicia aquilo, tão pornografico !!! ele gemia e eu chupava o pau dele como uma puta… e ele falava: Isso minha putinha safada, chupa o pau do teu papai !!! E ele forçava minha cabeça enterrando o pau dele ainda mais pra dentro da minha boca até chegar na garganta, e eu engasgava aí ele tirava e levantava minha cabeça pra ver meus olhos cheios de lagrimas por ter engasgado e a baba escorrendo da minha boca… e ele lambia aquilo tudo rindo e forçava minha cabeça pra abocanhar o pau dele novamente… eu sentia o dedo dele me penetrando o cu, e tudo aquilo foi fazendo eu me sentir desejada e por aquele tarado sujo.
Chupei aquele pau monstro até minha boca cansar, então ele me deitou sobre a mesa rustica, como ele sempre fazia e tirou minha calcinha, olhou no fundo dela e viu que estava encharcada com aquele lubrificante branco que sai da gente e começou a cheirar e lamber igual um animal faminto, e eu olhava aquilo espantada, porque sentia que aquele homem era doente por mim, mas eu gostava daquilo tudo. Foi então que ele abriu minhas pernas e com a cabeça de lado ficou admirando minha buceta toda aberta pra ele… ele ficou olhando pra ela cerca de 1 minuto, depois olhou pra mim e disse: Tenho fome da sua buceta… penso nela dia e noite… meto na sua mãe pensando na sua buceta !!! E curvou o corpo e começou a cheiar ela como um viciado em droga… ele cheirava e eu podia ver a expressão do rosto dele, parecia que ele estava sendo incorporado por uma entidade… era uma coisa louca… então ele começou a me lamber deliciosamente, me lambia como um cachorro lambe a bucetinha de uma cadela no cio… ele lambia e olhava pra ela com aqueles olhos brilhantes de tarado… ele forçou tanto a abrir minhas pernas, que quase abri um espacate e de cima eu podia ver meu grelinho duro saltado pra fora… e ele chupava meu grelinho naquela posição e eu delirava… ele parava, olhava pra ela e soltava um cuspi nela que escorria, e vinha com a lingua pra fora acelerada passando nela toda e principalmente no grelo… as vezes ele abria ela ainda mais com os dedos, porque ele queria ver ela toda arreganhada o maximo possivel… teve um momento que ele disse: To vendo a linguinha dela !!! e cuspiu e lambeu e ficou forçando a lingua no meu cabaço enquanto tocava o dedo no meu grelinho… Aquilo foi demais e eu explodi um gozo na boca dele, retorcendo meu corpo de menina e revirando os olhos sentindo aquela explosão de prazer dentro de mim….gemi alto !!! Ele me lambeu até eu terminar de gozar, e quando eu acabei, ele como sempre fez questão de mostrar todo o meu gozo branco sobre a lingua dele, e depois engoliu. e disse: Agora eu vou meter nessa buceta deliciosa… abre bem pra levar pica nela, abre minha putinha !!! Eu obedeci e abri o máximo que conseguia e ele veio com aquele pau gigantesco, que tinha uma cabeça semelhante a um cogumelo e começou a pincelar sobre minha xaninha e então começou a forçar a cabeça no meu cabacinho… quando começava a doer ele voltava, e dedilhava um pouco meu grelinho e começava a forçar a cabeça do pau na entrava de novo… a essa altura minha buceta estava ensopada e isso facilitava as coisas… e ele continuava… E aquilo era uma delicia !!! Até que ele forçou um pouco e eu senti algo se rompendo dentro de mim e aquilo doeu… mas antes de eu gritar, ele tapou minha boca, então meu grito de dor foi sufocado e ele forçou o pau, que entrou de uma vez…. e aí ele começou aquele processo de macio de vai e vem… e de um lado ele forçava minha perna a manter aberta, e a outra ele colocou sobre o peito dele e enfiou meu pé na boca dele e começou a chupar meu pé… Não sei explicar o que eu senti naquele momento !!! era uma coisa de outro mundo !!! ele ficou me fodendo daquele jeito até a dor amenizar e eu entender que havia sido arrombada, então ele tirou o pau cheio de sangue e falou pra eu não me assustar que aquilo era normal… Passou um papel higienico pra limpar o sangue do pinto e depois passou papel higienico na minha buceta tambem… Depois que limpou tudo começou a me penetrar de novo, mas ainda tava dolorido e eu já não podia mais sentir prazer !!! Mas ele estava se deliciando e ignorava meu pedido pra parar … De repente ele tirou o pau da minha buceta e começou a enfiar no meu cuzinho que ja estava acostumado a levar pica, e comeu meu cuzinho olhando minha bucetinha arrombadinha e rindo todo feliz pelo o que tinha acontecido… então ele tirou do meu cuzinho e colocou na buceta de novo… e começou a fazer isso mesmo eu querendo parar !!! ele comia um pouco minha buceta e depois comia meu cu… parecia um animal selvagem até que disse: vou gozar putaaaaaaa…. e gozou dentro da minha buceta dolorida, eu senti aquela porra quente esguichando lá dentro e gritei: Nãoooooooooooo !!!! Mas não teve jeito, ele gozou como um maníaco e depois tirou o pau satisfeito com a refeição do dia… limpou minha buceta com papel higienico e mandou eu me vestir… olhou bem pra mim e disse: se voce contar isso pra sua mãe ou pra alguem, vou falar que voce gosta do que eu faço com voce e que voce goza na minha boca e rebola gostoso pro papai aqui…entendeu?
à partir de hoje, voce é minha puta de verdade… voce sabe que eu sou viciado em buceta e eu escolhi voce pra foder, certo?? Ele soltou meu braço e eu saí rapido dali sem dizer nada e sentindo uma forte ardencia na minha bucetinha… Mal eu sabia, que ali seria apenas o inicio de muitas fodas absurdas que ainda estavam por vir !!!
adoraria ver videos pedo… se puderem entrar em contato comigo
[email protected]