Um estranho me comeu

Click to this video!

Eu sempre gostei de frequentar esses sites de relacionamentos, um dia resolvi ser mais ousada e resolvi experimentar um site de sexo, onde eu postava fotos pelada, principalmente dos meus peitos grandes, que chamaram atenção de muitos caras. Um dos caras que eu chamei atenção foi Léo,18 anos que dizia morar no litoral, logo conversei, e me interessei bruscamente, ele me mandou uma foto, parecia ser um cara jovem, gostoso, doce e romântico, nós começamos a compartilhar nossos fetiches, disse que queria me estuprar, e eu achei que ele estava brincando, sempre dizia que se sentia excitado e com muita vontade de me comer, as conversas sempre ficavam mais íntimas e mais intensas, ele realmente me fez se apaixonar por ele, e me senti segura confiando nele para compartilhar meus segredos, contei a ele que eu era virgem, e ele começou a agir como um animal faminto, e sempre me perguntava quando nós iríamos nos conhecer, ficávamos conversando até a madrugada, ele me fazia muitas perguntas estranhas, Então um dia resolvi fazer o que ele me pedia tanto, então nos encontramos num bar, ele era ainda mais gostoso pessoalmente e o pau dele parecia ser enorme, ele colocava a mão na minha coxa, e me falava como iria me comer, eu me contorcia toda, ele enfiava aquela mão enorme dentro da minha saia, e com o dedo começou a brincar com minha bucetinha, logo fiquei molhadinha, já estava muito bêbada e fui com ele pro banheiro do bar, ele arrancou minha roupa e me chupou muito forte, e me amordaçou com minha calcinha, ele segurou meu cabelo e arrombou meu cuzinho virgem, senti que ele fazia aquilo com ódio, ele tinha braços fortes e me colocou para cavalgar naquela rola enorme, enquanto ele mordia meus peitos, me batia forte, mas era tão bom, foi tão selvagem ele me metendo, ele quebrou o relógio dele, foi tão intenso. Ele me convidou para ir no apartamento dele para terminar o serviço, e não achei mal. chegamos lá e tinha algumas garotas, presas, ele olhou para mim e deu um sorriso sarcástico, eu tentei fugir, mas ele se segurou, eu tentava fugir de lá, batendo naquele monstro e ele continuava rindo, me arrastou para um quarto ao fundo de um corredor, me jogou no chão, rasgando minhas roupas ele disse:
-Agora a brincadeira vai começar!
ele me amarrou, me deixando com as pernas arregaçadas, me batendo, ele gritou:
-Carne nova aqui rapazes, venham provar essa vadia
Varias mãos começaram a me tocar, um deles me puxou pela perna e começou a foder meu cuzinho, eu gritava pedindo para eles pararem, e eles continuavam rindo a minha volta, me deitaram por cima de Leo e ele comia minha bucetinha, enquanto me batia, meu corpo fervia, eles foderam todos meus buraquinhos, e desmaiei ali mesmo,.
Leo era apenas um monstro que colecionava mulheres como seus brinquedinhos, que ele compartilhava com seus amigos.