Fodendo a sobrinha

Click to this video!

Olá meu nome é Gregório. Tenho 1 sobrinha, minha primeira sobrinha. Ela tem 14 anos e é uma maravilha. Desde seu 1 ano, tinha muita excitação, uma vontade de enfiar meu pau de 22cm no cuzinho apertadinho dela. Delícia. Mas as coisas foram piorando… Minha cunhada começou a ficar com ciúmes da filinha dela. Não deixava mais eu pegar ela no colo, escondia a menina de mim. Aquilo foi me enraivando. Até que meu irmão disse que iria no cinema com a esposa e que era para mim cuidar dela. Vi a porta do céu abrindo pra mim. Isso aconteceu quando ela tinha 12 anos. Quando saíram, ainda fiquei observando seus pais saírem com o carro. Quando se foram, esperei ainda 10 minutos. Quando passou, não perdi tempo. Peguei manteiga na geladeira e cheguei em seu quarto. Ela é tão mimada que ainda dorme no berço! Quando me viu, já perguntou pela mamãe, eu disse que tinha ido passear. Peguei ela pelo colo, e começou a chorar. Mandei ela calar a boca se não matava toda sua família. Levei para o quarto do casal, e tirei sua blusinha. Comecei a lamber o biquinho de seus peitinhos, mas ela revidou com um tapa na cara. Aí me enfezei, tirei sua calça e sua calcinha. Deixei meu pau apontando para a entrada de sua bucetinha. Ela já fazendo um escândalo, peguei uma fralda e enfiei em sua boca, peguei fita e colei sua boca. Enchi sua buceta de manteiga e comecei a enfiar. Ela se contorcia, pra lá e pra cá. Tentava reagir mas eu estava segurando-a. Aí quando senti que rompi comecei a fuder ela, fodia com um pouco de força e estava quase gozando, mas decidi que arrombaria seu cuzinho. Virei ela é enchi seu cuzinho com mais manteiga. E comecei. Ela tentava gritar, se mexia muito. Cada estocada era mais forte, quando gozei, tirei meu pau. Do cú dela saiu porra com sangue e manteiga. E vi que deixei um buracão em seu cú. Levei ela pro chuveiro, banhei bem. No chuveiro ainda consegui enfiar 4 dedos em seu cú. Limpei bem e passei pomada que havia achado. Limpei tudo, troquei a fronha, o cobertor e limpei o chão. Ela andava com as pernas abertas. Falei que se não andasse normal, iria socar nela dinovo. Ela fez um esforço muito grande pra andar de novo normal. Quando seus pais chegaram, disse que eu estava doente e tinha vomitado na cama deles. Por isso troquei. Eles acreditaram e foram rapidamente ver a menina. Ela disse algumas coisas e disse que havia cuidado bem. Eles me parabenizaram e disseram que deixarão ela mais vezes comigo. Hoje finjo que cuido, quando eles saem, fodo ela. Ela sempre se contorce, chora, mas nunca conta. Ela tem 14 anos hoje. Chora pra cacete, é quieta, calada, quase não conversa, mas é muito gostosa. Mas ela tá forte pois tá fazendo judô e to com medo de ela querer me golpear, então só pra revidar estou fazendo judô e jiu-jitsu e karatê. Não tá fácil mas preciso domina-la. Até mais, quem quiser foder ela junto comigo deixa o e-mail nos comentários. Já foi ela com 2 amigos e fizemos dupla penetração. Foi difícil mas conseguimos.