A sobrinha pequena da namorada

Click to this video!

Meu nome é Pablo, sou um jovem estudioso e trabalhador, sempre batalhei muito para ter um futuro vitorioso, sou de uma família boa e tenho três irmãos um mais velho e outro mais novo, eu tenho vinte e três anos, tenho uma namorada linda demais que se chama Debora,ela tem vinte anos, loira e com os olhos mais lindos que já vi, mas o que realmente chama atenção nela é a bunda,pois é uma bunda grande e branquinha, fazemos sexo sempre que ficamos sozinho, adoro meter na bocitinha dela, o problema que ela não gosta de sacanagem, posso comer a bucetinha e chupar os peitinhos, mas é so o que ela deixa fazer,não deixa eu chupar a xoxota de jeito nenhum e quando eu fui brincar com o cuzinho dela ela simplesmente vestiu a roupa e foi embora,eu só posso comer ela na posição papai mamãe, sou louco para pegar ela de quatro e colocar o dedo no cuzinho, mas fica só na vontade . Debora tem duas irmãs bem mas velha, uma de trinta e três anos e a outra de vinte e oito, essa ultima deve uma filha quando tinha 18 anos, uma gracinha de menina e se chama Ana Clara, linda demais e tem os olhos iguais da Debora, confesso que já tinha reparado na bundinha empinadinha e fiquei com tesão, mas logo passou, pois sei que é errado. O poblema é que teve um dia que eu cheguei na casa de Debora e fui atendido pela Clarinha, fazia um calor de matar e ela usava um vestidinho largo de alcinha e bem curto, olhei para as perninhas dela e logo vi como aquela princesinha já estava gostosinha, nisso logo a Debora veio e me chamou para varanda e deitamos na rede, meu pau estava duro, mas não dentei nada com Debora pois sei que ali seria impossível.Pra minha surpresa Clarinha veio e pediu para deitar com a gente,o que a Debora adorou pois gostava da menina, passado um tempinho a Debora e a clarinha cochilaram, não sei o que me deu mas não agüentei e arrisquei por a mão bem de levezinho na bundinha da clarinha, fiquei assim por um tempinho,depois comecei a alisar devagarzinho e nada dela acordar, fui sentindo a bundinha dela na minha mão fui sentindo a calcinha por cima do tecido fino do vestido,nessa altura eu já tinha perdido todo medo pois o tesão era enorme,arrisquei por a mão por baixo do vestido e fui alisando a coxa e subindo ate a bundinha, aquela pele macia e lisinha estava me deixando louco, quando tentei enfiar a mão por dentro da calcinha, a Debora acordou e eu tirei a mão muito depressa,foi um bata susto. Clarinha continuou dormindo,Debora me deu um beijo e voltou a dormir,mas eu com o susto resolvi não me arriscar,mas quando eu pensei que a loucura tinha acabado, a menina deu uma arrumada no corpo e encostou a bundinha no meu pau,que estava duro, mas como eu não tomava nenhuma atitude, aconteceu o que eu jamais poderia imaginar, ela pegou minha mão e colocou na sobre a bundinha dela,e só ai eu percebi que ela esteve acordada todo esse tempo,e eu com muito cuidado e sem me mexer muito, enfiei a mão por baixo do vestidinho e votei a alisar a bundinha dela enfiei o dedo por baixo da calcinha e brinquei com bucetinha lisinha e molhadinha, ela ficava quedinha, a safadinha sabia que não podia acordar a titia, ficamos assim por um bom tempo, até que a mãe dela a chamou para tomar banho, eu tirei a mão correndo e a Debora acordou, Clarinha saiu da rede, deu um beijo na titia e outro em mim,com um sorriso inocente disse que depois voltava,quando ela foi saindo eu notei que a calcinha estava fora do lugar,mas ninguém notou.