Safada desde novinha

Click to this video!

Meu nome é”Bruna”, tenho16 anos, sou morena clara modéstia parte muito linda, sou filha única e até onde me lembro começou quando eu tinha uns 6 anos.
Minha mãe acabará de se casar com “Jorge” meu padrasto e fomos morar juntos, a casa era grande e tinha meu próprio quarto. Certa noite acordei e ouvi uns barulhos estranhos vindos do quarto do casal, notei a porta entreaberta parei na hora, do corredor vi Jorge e minha mãe transando de uma forma tão intensa, ela de joelhos na cama com ele por trás estavam tão empolgados que nem se davam conta do barulho, eu estava atenta a tudo que meio que naturalmente levei a mão até minha pepeka, apertando a minha mão…, Já estava vendo estrelas quando eles pararam, parei no mesmo momento e fui direto para o meu quarto, a todo momento lembrava daquela cena e passei a me tocar constantemente, sem dar na vista de ninguém. Após um tempo e umas amizades com garotas mais velhas aprendi coisas novas, já estava com uns 9 anos e nenhuma prática, más Jorge não me saia da cabeça, nessa época o casamento deles estava em crise, ele sempre me respeitou nunca notei nenhuma malícia da parte dele, sempre dava um jeito de sentar no colo dele só pra sentir o volume daquilo que eu sabia bem o que era, já nessa idade meu corpo já começou as mudanças, só não me fiz notar. Certo dia minha mãe precisou sair e queria que eu fosse junto, dei logo uma desculpa pra não ter que ir. Após ela sair fui tomar um banho e Jorge no sofá da sala vendo TV, saí enrolada na toalha e fui até a sala, muito meiga e inocente falei com Jorge. Tínhamos uma relação aberta e perguntei se ele poderia fazer umas perguntas e se poderia jurar fazer segredo claro que a resposta foi sim, perguntei se eu era linda mais uma vez foi sim, disse que não pois eu era feia, falei pra ele olhar bem e abri a toalha ele arregalou os olhos e não disse nada me olhou dos pés à cabeça, mais uma vez perguntei ele gaguejando disse sim, me enrolei na toalha e sentei no colo dele abracei, beijei e agradeci, na mesma hora senti um volume ainda maior, não queria assustar e comecei a sair, foi quando ele me segurou pela cintura e me puxou de volta já me abraçando, me fiz de inocente e agradeci ainda mais, abaixo de mim parecia ter uma coisa enorme querendo sair, mais uma vez inocentemente perguntei se minha pepeka era feia, na hora me pediu que mostrasse, afastei a toalha e mostrei logo ele pousou sua enorme mão em cima fazendo carícias era tudo que eu mais queria, logo já estava entregue as carícias estava adorando não demorou muito para que ele me deitasse no sofá, começou a beijar minha barriga e chupar minha pepeka ainda virgem, já estava toda molhadinha e foi ainda melhor quando ele começou a enfiar o polegar no meu ânus, com o dedo lambuzado fazia movimento de vai e vem, eu já estava toda mole quando ele baixou o short e então pude ver aquilo que eu mais queria, tão grande devia ter uns 20 cm ou mais e não sei dizer o quanto era grossa, levantou minhas pernas e botou entre e roçando minha pepeka não aguetei foi um tremor no corpo todo e em seguida uma exaustão me senti vazando, Jorge também não aguentou e gozou horrores em cima de mim, logo após pareceu ter caído em si é pediu desculpas, me fez prometer segredo, falei para ele não se preocupar, a partir daí sempre que dava repetimos a dose e eu adorava já estava viciada
Algum tempo depois fomos mais além, más vou deixar para outra ocasião, já q foi quando deu tudo errado