Putinha desde pequeninha

Click to this video!

Olá, Ja estou lendo contos faz alguns anos e então decidir escrever minhas histórias de como cemecei a ser putinha… Sou loirinha de cabelos curtos, muito branquinha e magra, os peitinhos não são muito desenvolvidos, Mas minha bundinha é durinha e redondinha porem não é muito grande.
Sou muito safada desde pequena, brincava muito com meu unico irmão quando tinha cerca de 10 anos e gostava de sentar no colinho dele, ele até não se incomodava no inicio mas quando eu começava a rebolar e ele ficava de pau duro, logo se levantava e saia..E eu adorava fazer isso.
Quando eu tinha 13 anos e ele estava pra fazer 17 aconteceu algo que mudou completamente nossa relação, certo dia eu estava lendo um livro no meu quarto quando ele apareceu. Eu estava usando um short de pijama curtinho que aparecia a polpa da minha bunda. Ele entrou e sentou do meu lado, até então estavamos conversando normal até que ele comentou.
– Que pijaminha é esse em Gabi.
– Não gostou mano?
– Não posso dizer que não gostei mas não achei que você usava essas coisas, parece que esta ficando safada, não? … falou isto com um sorrisinho no rosto como se estivesse dando uma indireta
Olhei para minha bunda e disse:
– Não me importo de parecer safada, até que porque sou bem putinha…
Ele ficou calado sentado ao meu lado.. e eu continuei a ler meu livro. Até que sinto ele passando a mão na minha coxa em direção a minha bunda, Deixei e continuei a ler meu livro.. Ele agarrava minha bunda, e passava os dedos na minha bucetinha, até que ele pegou meu shorts e entalou no meu rabo. aquilo tava de deixando louquinha, então perguntei.
– Mano oque você ta fazendo, por acaso gostou de saber que sou putinha?
Ele não respondeu nada, apenas se levantou e fechou a porta do meu quarto e trancou.
Vindo em minha direção ele se ajoelhou entre minhas pernas e agarrava minha bunda com as 2 mãos entalando ainda mais o shortinho no meu rabo… Aquilo estava me deixando com a xaninha encharcada, e eu empinava ainda mais a bunda para ele até que ele falou baixinho no meu ouvido:
– Ja deu essa buceta, putinha?
Eu apenas neguei balançando a cabeça
– Otimo saber… disse isto me dando uma encochada com aquele cacete durinho.
– Porque mano, você vai comer minha bucetinha, vai?
– Vou foder essa bucetinha a noite toda.
Ouvir aquilo me deixou com um tesão desgraçado, então empinei ainda mais a minha bunda para ele e tirei meu pijama, deixando ele louquinho ao deixar a mostra minha xana novinha, toda meladinha.
– Então fode essa bucetinha mano..
Deixei ele louco, tirando aquele cacete para fora… Nossa e que cacete,Não conseguia ver direito pois estava de quatro, mas era muito grosso, ele ajeitou a cabecinha na minha bucetinha e foi empurrando.. Estava sentindo muito dor, mas aguentei. Mordia e apertava o lençol enquanto ele ia socando aquele cacete em mim, entrando cada vez mais…
– Mano, vc ta arrombando minha buceta…. Disse a ele dando uma risada de que estava adorando.
Ele sorriu e tirou o pau que ja estava inteirinho dentro de mim, limpo o sangue no lençol, limpou minha bucetinha, me levantou botou um dos meus joelhos sobre a cama, e deitou o resto do meu corpo na cama e me disse
– Agora você vai sentir oque é ser arrombada
Aquilo fez minha xaninha piscar de tesao, ele deu um breve chupadinha nela e ajeitou a cabecinha na entrada e de uma vez só estocou aquele caralho todo na minha xota, dei um grito que não foi tao alto pois foi abafado pela cama.. E ele sem nem se preocupar continuou metendo em mim, arrombando minha xaninha, e eu estava adorando aquilo, meus olhos lacrimejavam e eu gemia feito uma cadela, ele agarrava meu cabelo um de meus braços e me puxava para estocar ainda mais aquele cacete grosso na minha buceta, estava com tanto tesao que meu melzinho respingava e minha xaninha ardia
então vendo que ele não estava mais aguentando doidinho pra gozar, disse com a voz meio tremula de tanto gemer.
– Maninho goza na minha boquinha, deixa eu provar seu leitinho.
Senti que deixei ele doidinho, ele agarrou minha bunda e abriu ela, dando as 3 ultimas metidas que me rasgou todinha, ele me virou rapidinho e me pois sentada na cama, não deu nem tempo de eu descansar ele meteu aquele pau grosso que mão entrava na minha boca e disse:
– Vai Gabi, mama gostoso pro seu mano.
E eu mamei como ele mandou, tentava por tudo na minha mas me engasgava facil.. não sabia como chupar direito mas mesmo assim não tirava da minha boca por nada, e então so escutei meu mano dizer :
– Agora você vai tomar todo o leitinho do seu mano.
E soltou aquela porra na minha boca, e eu continuei a chupar aquele pau e engolia com dificuldade toda a porra dele, deixava escapar um pouquinho mas, ele empurrava de novo para minha boca com os dedos…Depois de tomar tudo ele disse para mim:
– Vai toma um banho e depois que a mãe dormir, vai para meu quarto que vou foder você a noite inteira, entendeu?
Eu ainda um pouco cansada acenei com a cabeça.
Como ordenado fui para o quarto dele depois da mãe dormir para ser fodida, mas isso é outra historia, que irei dizer em outro conto.
Esta é uma historia verídica, e eu dou para o meu irmão até hoje ( ja estou com 16 anos e estou muito mais putinha que antes :3) foi meu primeiro conto mas espero que gostem. Tenho muito que contar ainda de como sou safada, Então até o proximo conto