Ela louca na noite

Click to this video!

Como a crise esta brava arrumei um bico de segurança em uma casa noturna e combinei com minha mulher que fosse até lá, assim ela se divertiria enquanto eu trabalhava e ela avisa que ia bem gostosa só para eu ver ela dançando, é uma mulher de 40 anos e deliciosa, bem estava no meu posto quando ela chega, calça jeans que marca a bunda grande e deliciosa dela e colocou uma camisola que ela tem com estampa de onça que mais parece um vestido curtissimo, o decote era abusado e um soutien meia taça vermelho, seus seios saltavam fora do decote, não havia homem ou mulher que não a olhasse, ela se junta com outras mulheres e dança e bebe muito, eu fazia meu trabalho mas não a perdia de vista, ela safadamente se mostrava e me olhava, e falva ao longe que era tudo para mim, mas quando um cara se aproxima dela e a pega pela cintura e dança com ela fiquei louco de ciumes e tesão, o cara tocava em seu corpo a virava e colava em sua bunda, ele vidrava em suas tetas quase amostra, mas quando ele tentou beija-la ela o afasta, mas ele a agarra e pega em seus seios, ela empurra e eu entro na historia e retiro o cara de perto dela, percebo a exitação dela naquele momento e ela fala que estava louca de vontade de ser possuida, eu não pensando mais mostro um corredor lateral que ia até a dispensa, vou na frente e a espero no meio do corredor atrás de umas caixas, ela entra meio assustada com o lugar, mas assim que ela passa por mim a agarro e a puxo para traz das caixas, e a beijo antes dela gritar, e já coloco seus seios para fora e os beijo com força ela fala baixinho que queria que eu a fodesse muito, abaixo sua calça e rasgo sua calcinha minuscula, ela se reclina em uma pilha se paletes e eu a penetro por trás ela estava lavada de tesão da um pequeno gemido mas me recebe com prazer, ela empina a bunda para que eu a penetre fundo, e avisa que ia gozar, sinto ela apertar a buceta e seu mel quente, ela dava gritos abafados e ela se vira e senta nos palletes e abre a buceta para que eu a coma de frente e nos beijando eu a penetro, ela gemia e falava que estava louca de tesão, ouvimos um barulho e ficamos atrelados até que tudo fica calmo, e no vai e vem ela fala que ia gozar mas queria sentir meu gozo dentro dela e gozamos quase juntos, ela se arruma se ajeita e coloca a calça agora sem calcinha e fala que ia ficar com muito tesão em sentir a calça esfregar na buceta melada dela, faltava mais de uma hora para e sair, ela ficou dançando e bebendo, mas parecia que todos sentiam o cheiro dela toda gozada, varios se aproximavam e tentavam agarrar ela, acabou meu trabalho, e saimos fomos para o carro e ela avisa que não aguentava mais a calça e a tira ficando só de camisola que mal cobria a buceta, e assim ela foi até em casa mostrando a buceta e eu a tocando, e foim só entrar em casa ela salta em cima de mim e trepamos como adolecentes e ela pedia mais e mais que eu a fodesse com força pois era uma safada que tinha trepado com o segurança da boite, fizemos sexo até amanhecer, e ela fala cansada que toda vez que eu fosse trabalhar a noite ela ia tambem só para ser comida daquele jeito.