Seios da Minha irmã

Click to this video!

Aqui para esse conto, vou me apresentar como Cadu. As coisas que eu contar aqui realmente aconteceram e vou tentar me aproximar ao máximo dos fatos através das palavras que descreverei aqui. Vamos ao que interessa.
Quando eu era pequeno, lá pelos meus 6 ou 7 anos de idade, isso lá no começo dos anos 80 eu começava a despertar para as boas coisas da vida. Eu adorava ver minhã mãe nua, lembro dela saindo do banho de toalha nos cabelos e com outra toalha enrolada no corpo, de repente ela se desenrolava da toalha e começava a se hidratar com cremes em frente ao espelho, eu fingia que estava brincando no quarto dela me entretendo com carrinhos e ela não se importava de ficar nua na minha frente. Minha mãe sempre foi muito querida comigo, lembro quando ela me dava banho na banheira, ela sorria e ficava pegando no meu ” pipi “, lembro q eu gostava, mas só hoje entendo pq aquele carinho me dava prazer. Mas voltando as minhas lembranças de ver minha mãe se trocar após o banho, lembro q quando eu olhava aqueles seios e me martirizava por ter 6 ou 7 anos e não poder mamar mais, pois pensei: poxa há uns 3 ou quatro antes eu mamava naqueles seios, pq parei?…Enfim confesso que eu tinha vontade sim de mamar em minha mãe e adorava ver aqueles seios grandes. Minha mãe tinha os seios enormes, perfeitamente simétricos, os bicos eram rosados. Ela penteava os cabelos negros, lisos e longos ainda com os seios de fora, ah como eu adorava olhar. Durante muito tempo tive esse prazer de curtir a nudez de minha mãe e apreciar aquele corpo, mas nunca o toquei, mas…..meu pai….affff….Lembro que depois do banho coincidentemente lá pelas 18:00 hs meu pai sempre chegava do trabalho e eu não entendia porque minha mãe pedia para eu sair do quarto e eu saia. Mas um dia algo me chamou a atenção, pois teve um dia q sai do quarto, mas depois de um tempinho voltei para buscar um carrinho e ouvi conforme ia se aproximando do quarto q meu pai e minha mãe riam muito, e quando abro a porta do quarto minha mãe se assusta com minha entrada inesperada no quarto, e uma imagem que me chamou a atenção foi ver a boca dela toda branca de um creme, na época eu não sabia o que era, hoje eu sei. Como os fatos descritos acima se repetiram por muitas vezes hoje sei o horários que gostavam de namorar, mas como criança naquela época era ingênua não se preocupavam muito em fazer oral com a porta só encostada, depois de um certo tempo até trancavam a porta, mas quando fizeram isso pra mim já era normal ver pelo cantinho da porta aquelas mamadas, mas acreditem eu não sabia mesmo que aquilo era sexo oral e por isso eu nem ligava para o fato, eu só achava que meu pai era um sortudo por dormir com minha mãe e poder tocar aqueles seios, como eu adorava os seios da minha mãe.
Meus pais realmente não tinham muitos cuidados sobre a vida sexual dos filhos, lembro que nessa mesma época da tara pelos seios de minha mãe, eu vivia olhando minha irmã de 16 anos pela fechadura. Vou descrever minha irmã na época: Vou chamar minha irmã de Simone. A Simone aos 16 para 17 anos, tinha cabelos lisos e longos até o bumbum, pele clarinha, bumbum grande, seios fartos e assim como minha mãe tinha os mesmo hábitos de ficar nua em frente ao espelho se hidratando e eu tinha a mesma prática de olhar, só que no caso de minha irmã eu tinha que olhar pelo buraco da fechadura pois ela trancava a porta. Curti muito olhar a nudez de minha irmã, só que com minha irmã teve um algo a mais…
Minha irmã era namoradeira, meus pais saiam e me deixavam em casa para ficar de olho nela caso aparecesse algum peguete e eles apareciam. Lembro dos amassos que minha irmã levava, teve uma vez que ela levou um barbudão, o cara tinha uns 30 ou 35 anos e minha irmã hoje entendo que ela virou putinha na mãe daquele cara. Minha irmã só queria beijar, ela estava toda linda, cheirosa e lembro que após os beijos as coisas foram esquentando e vi que ela tentava escapar mas aquele homem era muito grande, lembro da lingua dele enorme percorrendo o pescoço dela, entrando na boca dela, ela pedia para ele parar e nada, até que ela disse: ” calma, tem meu irmão aqui ” daí o cara baixou a bola um pouco e me deu dinheiro para buscar bala, eu ingenuo, vi q ele tinha se comportado e fui buscar. Quando voltei depois de uns minutos lembro de ver com as calças abaixadas e minha irmã de vestidinho sentada de frente em cima do pau dele. Lembro que deram uma disfarçada quando me viram, me deram uma enrolada e se recompuseram. Mas confesso que vi a rola dele enorme e fora da cueca e dando estocadas na buceta de minha irmã. Essa foi a primeira vez q vi minha irmã transar. Mas minha irmã estava com quase 17 anos e minha mãe arranjou um estágio para ela.
Teve um dia que minha irmã chegou do estágio bem mais cedo, por volta das 14 horas, ela nã estava bem e foi se deitar, minha mãe estava trabalhando e mandou eu cuidar de minha irmã. Minha irmã parecia estar sonolenta devido a remédios que tomou para passar o mal estar, era um verão com muito calor e ela foi se deitar só de calcinha, eu eu fiquei responsável po cuidar dela.
Lembro q sem maldade perguntei se ela queria uma massagem, ela disse q nos pés ela queria, mas como vi que ela estava sonolenta as poucos puxei o lençol e dos pés, fui para as pernas, para as coxas, barriguinha e enfim seios. Passei quase duas horas massageando aqueles seios sem mamar, só massageando, hoje sei q ela fingia q estava dormindo.
Com o tempo sempre a noite eu esperava todo mundo ir dormir e entrava no quarto de minha irmã e concidentemente sempre ela tinha um seio descoberto, e durante muitas noites sempre eu passava para mamar e ela sempre fingia q estava dormindo. Mamei muito nela.
Quando fiz 8 anos acho q ela percebeu q nossos pais podiam descobrir e hoje sei q ela propositalmente naquela época arranjou uma amiga dela para tirar minha virgindade. A amiga dela dormiu lá em casa, ela tinha a mesma idade de minha irmã, estavamos a noite assistindo o filme ” Eu Te Amo ” protagonizado por Sonia Braga. Eu era queridinho e dormi no quarto com minha irmã e com a amiga dela, foi o primeiro filme com mulher pelada que assisti, e lá por tantas horas vi que minha irmã dormia e q a amiga dela encostava as coxas dela nas minhas. Lembro que com aquele bate coxa e com aquele filme me deu uma sensação q eu nunca tinha sentido, só sei q fui no banheiro meu Pau de 8 anos estava duro e eu não conseguia urinar e em vez disso um creme saiu de meu pau duro e essa foi a primeira vez q gozei, fiquei muito assustado, mas a amiga de minha irmã apareceu e perguntou se tinha acontecido algo, eu disse q estava tudo bem e q ja voltaria para continuarmos a assistir o filme.
Voltando para o filme ainda um pouco assustado, o bate coxa continuou, as cenas de sexo do filme foram aparecendo no final e minha irmã parecia estar em sono profundo. De repente vi a mão da amiga de minha irmã delicadamente, com muito carinho e devagar tocando meu pau. Ela pediu para eu não fazer barulho, aos poucos vi q meu pau endureceu novamente, ela pediu pelo amor de deus q eu ficasse quietinho e caiu de boca no meu pau. Depois ela subiu em cima de mim e começou e meu pau foi para o meio das pernas dela. E essa foi a primeira vez q gozei dentro de uma buceta.
Minha irmã sempre tinha uma amiga nova para dormir lá em casa e fui abusado várias vezes por algumas. Algumas eram mais brutas e eu não tinha vontade, mas as carinhosas sempre conseguiram abusar de mim. E hoje sei q minha irmã ficava na sirica curtindo me ver sendo abusado.
Mas minha irmã dos 16, 17 anos….de repente chega aos 30 e solteira. Eu e a Simone temos aproximadamente 10 anos de diferença um para o outro. E um dia na casa da praia rolou, comi minha irmã, mas isso conto outro dia que q foi.