Minha esposa-compadre do meu macho

Click to this video!

Mantive o meu costume de andar todo dia,e a cada dia me sentia mais forte e a minha s formas mais lindas e meu marido as curtia e se esbaldava comendo eu cu e minha buceta,
Mas algo faltava,pois tinha me acostumado em ter um macho extra aonde me comportava como puta e sempre que andava imaginava um macho ao eu lado e dizendo sou compadre….e os dias se sucediam e quando andava notei parado na praia um macho, e quando passi poe ele me sorriu e foi andando comigo e se apresentou sou compadre e eu sorri para ele e fomos andando e quando chegou o local secreto subimos e de pronto fiquei nua,e ele me contemplando foi tirando seu short e que macho sarado e ele foi me abraçando,e me senti protegida de novo.
Me colocou de 4 e foi admirando minha bunda,senti sua lingua nom meu cu e sua rolame invadindo e senti sua pegada gostosa e cadenciada,bom demais foi aumentando e e senti ir fundo dentro do meu cu.
Me colocou de lado,e ergueu uma perna e se colocou sobre a outra e veio me prendendo e sua rola foi entrando de vez na minha buceta que foi se abrindo e recebendo sua rola e começou a meter e me olhava e dizia que puta gostosa,sinto no seu olhar que gosta de satisfazer o macho e me socava e ia fundo na minha buceta que aguentava as suas investidadas.
Me colocou de 4 e foi direcionando sua rola na minha boca e me vi de boca aberta e ele direcionou seus jatos de porra dentro e as engoli e ele dizia que puta gostosa,vou me saciar de meter,mulher gostosa e começou a soca r sua rola dentro da minha boca e el vibrava que visão linda uma puta com a rola na boca cheia de porra.
Me colocou de 4 e foi de novo comer minha buceta e senti que ele nao cansava e seria um macho que me daria muito prazer,e pensei em trazer minha cunhada a andar e se servir do meu macho
Fui a casa dela e falei da minha ideia e ela topou na hora pois estava brigada com seu marido e na manha a peguei e fomos andando e quando ele apareceu a apresentei e disse ela precisa saciar a sua carencia e ele sorriu e fomos ao lugar secreto.
Ficamos nus os treis e ele a deitou e abriu suas pernas e foi chupar sua buceta e ele ficou doida e seu tesão aflorou e ela pedia me come me faz sentir saciada,e ele foi metendo a deixando doida.
A colocou de 4 e foi com sua lingua a deixar doida e sua rola se posicionou e foi comendo seu cu eela renolava e se sentia uma puta nas maos do meu macho e ele metia sem do e ela aguentava firme e le disse irmas que gostam de rola e metia no seu cu e a encheu de porra e saindo fui com minha boca bebendo da sua porra e sua irma veio disputar lugar e bebeu porra do seu macho
Me colocou de lado e erguei uma perna e se colocou sobre a outra e foi comtudo entrando na minha buceta e me socava e tomava posse ja no segundo dia ja esta submissa as suas ordens e pedi me faz sentir,me faz uma puta, sou sua escrava mas mete me wnche e minha irma com seus olhos aberos curtia todos detalhes e ele continuava me comendo e minha buceta estava saciada.
Me pos de 4 e veio com tudo comer meu cu e me socava gostoso e me sentia a sua merce e ele saindo pediu a minha irma ficar de 4 ao meu lado e subiu sobre ela, disse abre suas nadegas com suas maos e o seu cu ficou exposto e de uma so vez desceu com sua rola a estaqueando e disse suas pregas se foram e este cu e meu e mandava rola e la aguentava submissa ao macho
Saiu do seu cu e se colocou sobre mim que ja estava preparada,minhas nadegas escancaradas e meu cu e ele foi de uma so vez e disse que minha spregasse foram e senti sua pegada e que gostoso
Voltamos e sua irma veio falando que tinha gostado e queria ser como ela,uma puta que amava ser usada pelo macho. e ri e disse vamos ver.