Maninha meladinha por minha causa 3

Click to this video!

Ola pessoal,voltei para falar dessa coisa gostosa que é o incesto.como disse no conto anterior,apos a primeira transa,entre eu e minha irmazinha.ela ficou um doce comigo.como dividimos o mesmo quarto,transavamos todos os dias..nossos pais saiam para o trabalho as oito e voltavam la pelas dezenove horas.alem das trepadas na madrugada,ainda tinhamos o dia todo.só manerava fim de semana.a casa ficava cheia.teve uma vez que quase fomos pegos.Valkiria usava uma saia branca curtissima.e uma blusinha sem sutiã.estavamos quase tres dias sem dar uma.por conta de uma prima chata que estava passando o fds com a gente.e dormia em nosso quarto desde sexta.ja era domingo de manha.minha maninha tava um tesão.olhavamos gulosamente um para o outro.olhava a marca que os bicos dos peitinhos dela fazia na blusinha.meu pau ficava latejando.em alguns minutos a sós,com o pau quase estourando a cueca.tomavamos cafe sentados na mesa.valkiria levantou e foi ate a pia.quando vi aquela bundinha quase aparecendo naquela saia curta.corri e dei uma encoxada bem gostosa,ela deu uma empinada na bunda,mas com medo falando:
– c ta louco,alguem pode ver.
Eu encoxava e pegava naqueles peitinhos,beijava o pescoço dela.ela rebolava na minha pica dura.derrepente ouvimos passos,foi o tempo de me afastar e sentar na cadeira.valkiria ajeitava a saia,nossa prima renata entrou.antes que ela perguntasse algo,falei:
-Renata, falei pra valkiria que essa saia ta muito curta,e ela disse que nao.
Renata concordou comigo,e disse que nao adiantava ela ficar puxando para baixo.que ainda assim tava curta.
Uffa…foi por pouco.mas o tesão continuava.valkiria foi para o quarto trocar de roupa,pegou a saia e foi para o banheiro.conhecendo bem minha maninha,ela nao trocaria só a saia.acho que ela tem complexo do quanto molha sua bucetinha.na verdade ate hoje nao achei nenhuma mulher que molhe tanto a calcinha igual a ela.Bom,assim que ela saiu do banheiro agora com um vestido leve,nao muito curto.entrei procurando a calcinha,achei enrolada com a saia.peguei abri.era impressionante,a calcinha estava ensopada com aquele melzinho transparente.o tesao era tanto que eu lambi tudo.que bucetinha doce minha irmazinha tinha.bati uma tomando banho,mesmo assim o tesão continuava.tinha que comer ela naquele dia.estavamos na sala assistindo esperando o almoço,que nossa mae preparava.nosso pai deitado em um sofa,eu valkiria e renata em outro.eu nao tirava o olho daquelas coxas,parecia um tarado.olhava aqueles biquinhos,valkiria me olhava e sorria disfarçadamente.quando renata disse que iria tomar banho.foi automatico.eu e valkiria nos olhamos,e pensamos a mesma coisa.renata entrou no banheiro,valkiria foi para o quarto.nao demorou muito fui atras,nao tinhamos muito tempo.cheguei no quarto ela deitada na cama,ja fui caindo de boca naquela buceta.chupava como se fosse a ultima do mundo,valkiria me arranhava,pra nao gritar.aquela xaninha tava toda molhada,chegava a escorrer,nao aguentei tirei o pau e soquei nela com força,socava e apertava.fodia igual um animal.devagar mas com força.ela mordiao dedo pra nao gritar.isso me dava mais tesão.comecei socar rapido e forte,as unicas palavras de Valkiria foram essas,e bem baixinho no meu ouvido.:
Me come,me fode,
fode,fode que eu to gozandoooo.aiiii
E me apertava,eu ouvindo isso nao me contive,foi a primeira vez que gozei naquela buceta.enchi ela de porra,alias,foi a primeira vez que gozei dentro de uma buceta.como foi gostoso.uma trepada de menos de dez minuto.mas que treepada.minha irmã se limpou com a calcinha,disse a ela que iria comprar a pilula do dia seguinte.sai do quarto e fui pra lavanderia,molhar o rosto todo suado.ainda tremia.qndo vi renata sai do banheiro e valkiria entrar logo em seguida.Nossa…que gostosa essa sensaçao do proibido.
Bem essa foi mais umas das aventuras,minha com minha irmazinha.logo volto para contar mais.e garanto que digo só fato veridico.
Até mais…