Amor e Sexo

Click to this video!

Depois de 25 anos juntos ficamos mais ousados em nossas brincadeiras sexuais, minha mulher continua gostosa e sensual e como sempre exibicionista, a algumas semanas com uma noite quente fomos a um bar e ela estava sensacional com um belo decote em seu vestido preto curto, ela dançou muito e bebeu tambem, ja era madrugada quando saimos do bar e no estacionamento ela me deu um beijo molhado e longo, sentia seu corpo delicioso grudado com o meu, e começo a rodar, ela então pede que eu entre em um bairro proximo do nosso e em uma esquina fala que eu pare, e fala que eu a deixasse caminhar pela ruas que tinham pouca luz devido as arvores e que eu a surpreendesse, deixei ela e segui com o carro dei a volta no quarteirão e a olhava de longe, ninguém nas ruas o vento que batia ela ora caminhava ora parava e olhava para traz, fico atraz de uma arvore escondido e quando ela passa a agarro por traz, ela se assusta e da um gritinho, e começo a percorrer seu corpo por baixo do vestido ela pede por favor que eu não a machuque e rasgando sua calcinha a tiro e toco em sua bucetinha depilada e molhada, mordendo sua nuca percebo ela se arrepiar, e vou levantando seu vestido e deixo sua bunda nua, ainda a agarrando a levo até o carro que estava na esquina, abro a porta e a jogo no banco de trás, ela falava que não podia ser comida por outro homem e que era casada, entro no carro e arranco seu vestido, ela fica só com um soutien 1/2 taça preto que deixava mais da metade dos seios de fora . o que me dava mais tesão abaixo o soutien e os seios saltam direto para minha boca, ela gemia e pedia que não a comesse, e beijando seus bicos duros encaixo meu pinto em sua buceta e a penetro ela geme e remexe os quadris para que eu a penetre mais fundo ela geme fundo e fala que o marido agora era um corno pois estava sendo comida por outro, ela estava enlouquecida, entrava e saia de dentro dela e observava ao redor pois era perigoso estar na rua, mas quando ela fala que ia gozar esqueci tudo ela fala que eu a coma com mais força e quanto mais eu ia fundo mais ela gemia, e goza loucamente e gozei tambem, fiquei dentro dela alguns minutos sentindo ela ciontrair sua buceta e o caldo quente dentro dela, sai de dentro dela e sentados no banco ela ainda tinha tremores quando ela expelia nosso gozo de dentro dela, ela fala que eu era louco por deixar ela fazer aquilo e nos beijamos, e ela pede que eu a leve para casa para fazer amor com o macho dela,ela foi nua no banco de trás, e o resto da noite foi de muito amor e sexo e gozamos mais ainda.