Fudida no ônibus

Click to this video!

Olá para todos me chamo Tatiane vou contar para vocês o que houve comigo esses dias,antes de mais nada eu sou morena,alta,magra,bunda grande,cabelos pretos até o ombro,e minha buceta é sempre depilada. Bom todos os dias eu pego um Ônibus para ir ao trabalho e já estou acostumada a sempre entrar no ônibus e ele estar lotado,bom neste dia eu estava com pressa e peguei a primeira roupa que vi no armário um vestido branco que por sinal era um pouco sexy porém eu não via muita coisa a ponto de não poder usar.
Me vesti rapidamente e fui para o ponto de ônibus na ida até que foi tudo bem tranquilo, porém na volta o ônibus estava bem cheio acho que até bem mais que o normal,entrei e me segurei na barra de ferro já que não tinha lugar para sentar o ponto da minha casa era longe e ia demorar para que eu chegasse.
De repente senti uma pessoa atrás de mim, e era um homem pelo que pude perceber da voz não liguei muito afinal não conhecia mesmo, porém algo começou a me incomodar quando percebi uma mão me apalpando já senti um grande nervoso pois já havia escutado muitas vezes histórias de estupro em ônibus,tentei não ligar e tentei me afastar um pouco porém acabei me colando mais ao corpo daquele estranho.
Comecei a sentir tremores e muito nervoso por que poderia acontecer algo comigo e eu logo pensei no meu marido, comecei a sentir a mão daquele estranho no bico do meu seio eu não queria acreditar que aquilo estava acontecendo comigo, meu medo aumentava mais ainda e eu queria gritar porém a voz não saia de jeito nenhum, ele continuava com os toques e percebi que a mão dele descia pelo meu corpo até que senti sua mão apertando o meu bumbum e continuou a apertar e apalpar até que chegou a minha buceta,logo ele começou a falar besteiras e sacanagem no meu ouvido, eu não podia e nem queria porém estava começando a sentir minha buceta molhada com aquele estranho ali praticamente a ponto de me comer, eu estava dentro de um ônibus cheio e eu não conseguia gritar para que ele parasse pois meu medo também era grande.
Percebi que ele havia parado e respirei aliviada pois pensei que ele havia desistido, até que senti algo grosso passando pela minha bunda pensei que ele era louco ele ia mesmo me comer ali no ônibus, segurei como pude na barra de ferro porém não adiantou muito, o cara que estava sentado no banco a minha frente pelo visto percebeu o que acontecia ali pois me olhou com cara de tarado e começou a procurar pela minha buceta do jeito que ele pode, enquanto isso atrás o cara metia a rola dele na minha buceta e que rola grande parecia que ia me rasgar ao meio.
Me senti molhadinha ao sentir a rola daquele estranho e acabei esquecendo de onde eu estava, as vezes eu escutava algumas pessoas falando coisas como: olha la a safada é casada, “casada e se acabando na rola de outro” é puta mesmo.” Porém eu não ligava eu tava louca com aquela rola inteira na minha buceta, eu queria mesmo era gritar e dizer o quanto tava gostoso aquele estranho me comendo, e outro estranho me dedando a buceta. O meu ponto não iria demorar muito para chegar e eu não queria sair dali sem gozar,então me soltei e comecei a agir como uma puta eu gritava e gemia gostoso
– Mete mete essa rola na minha buceta vai isso me fode caralho, vai uhhh que delícia de rola fode eu vou gozar vou goozar
Já tava na cara que todo mundo ia olhar meu vestido lá em cima e o cara me comendo e o outro me masturbando as minhas pernas estavam abertas ao máximo para receber toda aquela pica, não tava aguentando mais e dei um urro de prazer e gozei na pica daquele estranho, sai bamba do ônibus porém foi a melhor foda que eu recebi.