Tesão pelo meu cunhado

Click to this video!

As vezes acontecem coisas em nossa vida que nos levam a começar a olhar de outra maneira e a nossa cabeça se envolve e do nada vamos nos envolvendo.
Estava em uma conversa aonde um cunhado do nada começou a falar sobre um vizinho que tinha sido pego dando seu cu,e que todos ficaram sabendo e ele criticava e dizia que não entendia como um homem poderia ter prazer em dar seu cu.
Conforme ele falava do nada algo me tocou e comecei a olhar este cunhado de uma outra forma,pois era um viado enrustido desde os meus 11 anos e somente a uns 3 anos tinha com ousadia e coragem me realizado com outros machos.
Comecei a ir mais a sua casa e o conhecer melhor e me vi contemplando sua mala e algo nascia dentro de mim-Tesão por sua rola.
Certo dia estava em sua casa e sua esposa estava doente,e começou a beber e me disse estou na seca e até meu vizinho eu comeria neste momento e perguntei você já comeu um cu,um viado submisso que aguenta sua vara sem reclamar,e ele olhando para mim disse não, mas me disseram que é bom demais e se tivesse a chance comeria um cu de viado.
Estávamos na sua sala sentados e ele começou a passar a mão na sua rola e olhando para mim disse:cunhado estou tão atrasado que comeria o seu cu,e olhando para ele podemos fazer uma troca,como o seu cu e dou meu cu para você saciar sua rola.
A sua reação foi a que esperava ou seja eu como seu cu primeiro e se levantou e fomos para o fundo da sua casa e me encostou na parede e foi me encochando,abaixou minha bermuda,e colocou sua rola para fora e foi pincelando minhas nádegas e abriu com suas mãos deixando meu cu exposto e passou um creme e foi metendo no meu cu que foi engolindo e aos poucos estava dentro de mim,e começou a me socar,e disse é bom demais um cu,quentinho cunhado gostoso,e socava forte me enchendo para valer.
Como estava a perigo gozou me enchendo de porra,e fui me colocando atrás dele e como cu de bebâdo não tem dono fui encochando e comecei a pincelar suas nádegas e busquei seu anel e enfiei um dedo e comecei a meter,ele começou a rebolar,e de imediato coloquei minha rola e fui pressionando e entrou gostoso e fui forte,socando, marcando este cu e o transformando em meu viado,e fui dando prazer e ele me disse é bom dar nosso cu,e fui socando com gosto e dizia cunhado que cu gostoso,seria um bom viado,aguente e tem sede de dar seu cu a um macho.e gozei dentro dele.No outro dia fui a sua casa e ele sorriu para mim e me pediu se poderia sair com ele pois precisava de ajuda,e concordei e saímos de carro e entramos em um motel.
Ficamos nus e fui abraçando e sarrando sua bunda,sentei na cama e ajoelhado começou a chupar meu pau,e se realizava,o coloquei de 4 na beira da cama e de pé fui socando seu cu sem dó e ele aguentando o tranco,e começou a dizer bom demais tomar no cu,subi na cama e fiquei sobre ele e mirei seu cu e fui de vez batendo a estaca e marcando este cu,sempre o tesão em dar seria latente em sua vida.
O coloquei de bruços,ergui suas pernas e com suas mãos segurou e ficou com seu cu exposto e fui de cima para baixo metendo fundo,e ele aguentando e dizendo gostoso ter um macho para comer meu cu.
Abri suas pernas e fui me alojando deitado nele e olhando em seus olhos fui metendo meu pau em sua vara e via seu sorriso de satisfação e disse a ele agora você sabe como é gostoso ser VIADO e dar prazer ao seu macho e socava forte e gozei gostoso.Fui tirando e levei o meu pau a sua boca e ele foi sentindo o gosto da porra de um macho.
Fomos tomar banho e fui encochando gostoso e ele submisso foi me dizendo,cunhado você me fez viver e me transformou em um viado. e fui metendo no seu cu com força e vontade pois fiquei com gana de comer este cu.