Meu Irmão não aguentou e comeu meu cuzinho 2

Click to this video!

Bom como eu tinha dito no outro conto meu nome é Carlos e meu irmão é Igor continuando de onde parei…
a partir daquele dia começamos a foder quase todos os dias como eu só passava um mês por ano com meu pai e meu irmão ele nem se preocupou em por uma cama para mim eu dormia numa cama auxiliar que saia de baixo da cama do meu irmão quase no chão meu irmão começou a trancar nossa porta todas as noites e meu pai perguntou porque a porta estava trancada pois ele tentou levar algo a noite e não o atendemos e meu irmão que já sabia da rotina do nosso pai disse que foi para deixar nosso pai com mais privacidade a noite, que ele poderia levar uma amiga a noite que nenhum de nos o incomodaria e meu pai alem de achar bom ainda elogiou meu irmão que já estava pensando como um garanhão nesse dia a tarde meu irmão me chamou no banheiro enquanto tomava banho e disse para eu lhe levar a toalha chegando lá só olhava seu lindo pau que cada dia mais cabia em minha boca e ele disse que ainda não tínhamos fodido no banho perguntou o que eu achava e eu disse que adoraria tirei minha camisa minha bermuda e ele me puxou pedindo para eu ficar ainda de queca fui pra debaixo do chuveiro a água corria meu corpo e ele me olhava estático mandou eu virar de costa e disse o quanto amava minha bunda meu “cu de anjo”.
Se ajoelhou e começou a mordiscar minha bunda e massagear meu pênis que na época não media mais de 10 centímetros e logo tirou minha queca com os dentes e foi fuçando meu cu como um porco fuça comida me mandou abrir bem a bunda mais que prontamente eu separei as duas nádegas e ele enfiou sua língua quente e úmida em meu cuzinho que ainda tinha um rastro de água fresca correndo dez da minha cabeça até minha farta bunda sentia cada lambida com gosto ele se levanta e começa a passar a cabeça do pau em meu buraquinho quente que já piscava mais que luzinha de Natal desligou o chuveiro me apertou contra a parede e começou a bombar como um cavalo de raça ele foi bruto e eu pedi para parar ele me disse que ja estava afim de me comer com força desde o primeiro dia que sabia o quanto eu ia gostar depois de passar a dor e ele estava certo me abaixei empinando mais minha bunda e ele como um selvagem disse isso minha vadia assim, rebola pro maninho
-Esse cu é mais gostoso que o da Julinha da escola!
quando estava para gozar tirou seu pênis me fez ajoelhar e chupar com vigor gozou na minha boca mais do que da primeira vez depois nos vestimos e fomos a pracinha ele agora me levava a todos os lugares naquela noite depois de trancar a porta me chamou para sua cama já estava todo pelado tirou a parte debaixo da minha roupa e pós seu cacete quente entre minhas coxas dormimos assim até as três da manha quando ele resolveu me comer mais uma vez sem nem me acordar só acordei com seu gozo ele logo me virou para ele e me beijou por mais um tempo até dormirmos naquele verão quando fomos para a casa da minha mãe ele me comeu junto de um primo mais isso é pra outro dia quem gostou comenta ai!