Conto Erótico Hilariante

Click to this video!

Ola, vou contar o que aconteceu com um amigo meu há alguns anos atrás. Para ele, o acontecimento foi uma tragédia, realmente muito constrangedor, mas para nós, amigo dele, foi motivo de piadas por anos.

Esse cara namorada uma morena jambo, de apenas 17 anos na época, uma delicia de menina, muito linda de rosto e de corpo, mas ela tinha algo a mais: uma bunda perfeitamente linda.

Como meu amigo vivia na pindaíba, ele trepava com a menina em drive-in, pois como ela não tinha 18 anos, ela tinha medo de entrar em motéis, não queria entrar escondida, etc, enfim, nada justificava, mas entre não transar e transar no carro, eles preferiam fazer isso lá.

O grande tesão dele (e dos amigos também) era comer aquele cu maravilhoso, meter gostoso, vendo seu pau sumindo entre aquelas nádegas carnudas, só ouvindo aquela morena gostosa gemer de tesão, mas a safada não liberava a rosquinha porque tinha medo que iria doer. Algumas vezes eles até tentaram, mas quando começou a doer, a menina pediu pra parar.

Até que um dia, ele chegou pra ela todo contente dizendo que tinha um jeito dele comer o cu dela sem ela sentir dor: XILOCAINA. Ele tinha conseguido com um amigo nosso, e explicou que ele passaria a xilocaína, seu cu iria adormecer, e ele meteria gostoso sem ela sentir dor, e que, conforme fosse passando o efeito do remédio, o cu já estaria amaciado e ela não sentiria mais dor, mas sim, sentiria prazer.

Ela ficou meio desconfiada, mas aceitou, afinal ela faria algo que muitos homens gostariam de fazer com ela, seria uma experiência nova e agradaria o namoradinho dela. E lá foram os dois para o drive-in.

Depois de uma foda bem dada, ele não escondia a ansiedade de colocar no cuzinho gostoso dela, e pedindo pra ela ficar de bruços, começou a meter o dedo cheio de xilocaína no rabicó dela. Depois de algum tempo, ela já dizia que não estava mais sentindo o dedo no cu dela, então já estava pronto pra saborear um cuzinho gostoso.

Ele então colocou uma camisinha, pra que a xilocaína não adormecesse seu pinto, e depois de algumas forçadinha, finalmente meu amigo vê seu pinto entrando naquele delicioso e apertadinho cu. Ele estava nas nuvens, realizando o grande sonho da sua vida, e estava tão maravilhado com tudo aquilo que até começou a aumentar o ritmo das socadas e até arrancava uns gemidas da morena safada.

Só que ele esqueceu de uma coisa. Assim como a xilocaína tiraria a dor da menina, ela também perderia o controle do cuzinho dela, e quando ele tirou o pinto, pra ver o tamanho do estrago que ele tinha feito, a menina começou a cagar sem parar. Ele gritava com ela, pedindo para que parasse, e ela também gritava, perguntando o que ele tinha feito com ela. A menina cagou no banco do carro, chegou a cair merda nas pernas dele, nas pernas dela, no chão do carro, quando ela tentou sair acabou passando merda no encosto do banco e um pouco na porta do carro (o carro era 2 portas).

Já do lado de fora, a menina estava descontrolada, só chorava e batia nele, e ele, nervoso pela “merda” que ela tinha feito no carro dele. Ela somente se vestiu e foi embora. Ele, teve que desmontar o carro inteiro, pra limpar a sujeita da foda mal sucedida.

Não preciso dizer que ele foi piada por anus, que dizer, por anos – rsrsrsrsrrs