Contos de um caminhoneiro

Click to this video!

Ola pessoal esse é meu primeiro conto então vamos lá meu nome é Harley( fictício) tenho 30 anos moreno cor cuia 1,68alt 76kg bom tudo aconteceu a pouco mais de 2 anos sou casado a 4 anos e minha esposa é muito cheia de frescura na cama a legima mulher que só sabe dizer não para quase tudo enfim estava com minha carreta carregada para Guaíra (SP) interior primeira vez que estava indo a esta cidade cheguei lá na segunda feira onde consegui descarregar e fui para um posto próximo a entrada da cidade fiquei esperando alguns retornos de ligações das transportadoras mas tava demorando então fui comprar uma agua mineral quando passei vi aquela mulher morena clara cabelos pretos de um rosto angelical perto do calibrador de ar de pneus um tesao de mulher usava uma legui preta bota e uma blusinha branca cheirosa na volta estava lá ela triste perguntei furou o pneu da moto moça ela olhou para mim com ar pouco triste mas educada e disse furou sim mas já chamei o borracheiro no posto não havia borracheiro então disse posso lhe ajudar espontaneamente perguntei a um frentista onde Havia borracharia ele respondeu logo na rua de baixo então disse a ela vamos que empurrou sua moto ate lá ela meia contrariada concordou no caminho papo vai papo vem já ficamos mais a vontade na conversa logo o borracheiro concertou o pneu da moto entao ela levantou-se e me deu um tesão louco por aquela mulher cheirosa linda pensei meu objetivo vai ser foder você hoje ela veio me agradece e eu já planejei tudo falei aceito seu agradecimento se vc ir tomar uma agua de côco comigo ela soltou um sorriso e disse OK havia outro capacete no bagageiro da biz coloquei e fomos em um quiosque papo vai papo vem passou uma amiga dela q lógo perguntou quem era o gatinho modestia parte não sou feio me cuido muito ate na alimentação ela respondeu um amigo chegou a hora de eu ir disse ela respondi não deixa eu te acompanha ate sua casa depois volto de táxi vai q fura o pneu dnovo ela concordou chegamos na frente de sua casa ela abriu a garagem e perguntou quer entrar tomar algo pois esta muito calor disse sim entrei fechamos a porta ela foi para o banho saiu enrolada na toalha e foi para o quarto fui espiar vi ela colocando a calcinha verde clarinho de rendinha não aguentei e disse vc e linda mesmo ela num susto disee vc eh louco me ver assim apenas olhei bem nos seus olhos fiquei calado ela entendeu o que eu queria me abracou e fiquei de pau duro meu pau n e muito grande mas da prazer comei a beija-la rapidamente estavamos num extase de tesao se esfregando se acariando ela sabia deixar um homem louco peguei ela no colo e levei Pra cama chupei sua bucetinha cheirosa pequena ate que num gemido alto ela gozou na minha boca fui chupar os peitos dela q delícia ate que ela disse quero seu pau dentro de mim coloquei a camisinha e coloquei devagar me degustando daquela bucetinha apertadinha ate estocadas mais forte ela gemia alto isso não para gostoso era isso q vc queria FIDE agora vai mete em mim vai seu canalha queria me comer come gostoso nossa q delicia de mulher foi qndo ela me empurrou de cima dela e veio cavalgar de costas p mim pude ver seu cuzinho pequeno molhei um dedo e fui forcando ela enlouqueceu gozou de novo e disse levanta fiquei de pé ao lado da cama ela pegou um gel lubrificante e passou no Cuzinho ficou de 4 abriu a bunda com as maos e disse mete gostoso hoje tudo isso é seu come bem gostosinho ajeitei e botei sem dó ela quis sair segurei pelo quadril dando tapas na bunda dela puxando seu cabelo ate q tirei e fiz ela sentar de costa p mim no meu pau e enquanto ela rebolava enfiei um dedo na buceta dela q tava encharcada bati uma siririca ela gozou dnovo n aguentei tirei o pau do cuzinho troquei a camisinha e meti bombei sem do na buceta ela se contorcia eu chamava de gostosa tesao dizia q ia comer ela sempre ate que explodi num gozo frenetico caimos na cama suados ate q ela confessou q na borracharia ela ficou louca de tesao ao sentir melhor meu perfume num abraco q seria nossa despedida e disse q foi o melhor sexo casual q aconteceu com ela transamos mais 3 vezes depois perdemos contato a penultima transa ela pediu se podia transar dentro da cabine da carreta na beira da rodovia mas esse e outro conto p outro dia espero q gostem do conto pois postarei muito mais abracos a todos….