O Corno virou meu amigo

Click to this video!

Minha vizinha Luciane é uma loira alta, cara de gringa da serra gaúcha, umas coxas e bundas enormes e uma cara de puta que te deixa de pau duro na hora. Já nos olhávamos a algum tempo na sacanagem mesmo… estava louco por aquela vaca e sabia que ela também estava.

Outros vizinhos nos convidaram para um churrasco que entre bebidas e risadas estava bem gostoso até que Junior (vizinho dono da casa) Levou o Cris (marido da Lu), que é um gordinho super gente fina para comprar mais ceva.

Aquele era meu momento. Esperei a Lu ir ao banheiro e fui atrás, agarrei ela pelo braço e a beijei com o tesão que estava guardado à muito tempo!
Ela disse que o Cris iria sair ao meio dia para o serviço na segunda e que eu poderia ir lá na casa deles para terminar a conversa.

Segunda as 13 hrs já estava lá na porta de pau em riste, quando a loira abre está de vestido…nossa! Já levantei e agarrei aquela bunda grande e branquinha e tirei o seio dela pra fora e comecei a mamar entre mordidinhas, ela sentiu meu pau e soltou um “Nossa!”…Aí já era quando ia começar o fight ouvimos o barulho da moto do Cris!

Fudeu!

A zona foi criada. Entre brigas, discussões,ameaças e fiasco, o cara do nada sentou e começou a chorar, fiquei com pena mas a situação já estava feita…Ele dizia que a amava e que não queria perde-la aí que eu me liguei, “esse cara já é corno faz tempo” sentei do lado dele e comecei a tranquilizá-lo, dizendo que eles poderiam ser um otimo casal, desde que nenhum sentisse falta de nada, que se chegou aquele ponto era porque faltava algo para ela…começamos a beber e a Lu me olhou com cara de entendimento, dai entramos na cabeça dele de que ninguém era posse de ninguém, de que eles poderia ser felizes desde que não existisse egoísmo…o blá blá blá de sempre…A lu também começou a cantar a pedra, quando Cris falou: “Termina o Serviço cara”.

O que? disse eu.

É você tem razão, se é isso que vai fazer ela feliz, e desde que ela não me deixe…

Nos olhamos em consentimento, achei bem estranho mas naquelas alturas não tinha volta, vou comer essa Alemoa gostosa é hoje! e na frente desse corno!

Arranquei o vestido dela e comecei a chupá-la em cima da mesa, de frente para o sofá que o corno estava sentado choramingando. Pedi pra ela me chupar, ela disse não, quero que tu me coma de uma vez pois não aguenatava mais esperar para ter o que não tinha há tempos. Virei aquela puta e soquei meu pau já inchado e bombei. Bombei e bombei.

O Corno estava olhando com cara de fome nessas alturas, olhei para ele e pedi se podia comer o cu da vaca, ele disse: Não cara por favor, te considero, mas esse cu nem eu comi…

Continuei bombando e gozer na mesa ao lado dos cabelos dela…o rosto dela estava enrubescido e a situação mais calma. Conversamos muito depois, eles continuaram juntos e eu as vezes ainda os visito, o corno me respeita muito e ficamos amigos, ele ama, da carinho e eu como por ele.

Hell.