Iniciação da Novinha

Click to this video!

Sou o Leandro, casado 32 anos, moreno, 1,75MT, sou designer gráfico e presto serviços para algumas empresas e por esse motivo trabalho em casa. Minha esposa possui uma loja e retornando somente à noite.
Eu sempre fico excitado com ninfetas bonitinhas e cheirosinhas, sempre olho discretamente para suas bucetinha, peitinhos e suas bundinha durinhas, às vezes cruzo com algumas no meu condomínio e espero a mulher chegar e descarrego nela.
Minha esposa tem uma sobrinha lindinha, já tem seus vinte e poucos anos, tenho maior vontade de dar uma foda nela, só fico dando umas olhadas e ela percebe e fica na dela.
Certo dia em casa e lá pela 1 hora da tarde a campanhia toca e quando atendi era ela com sua filha, me perguntando se poderia deixar a Danny até o final de tarde, pois a empregada tinha torcido ó pé e não poderia ir trabalhar e sendo assim não tinha ninguém para ficar com ela e no serviço ela estava atarefada e não tinha como ficar com ela, disse que sem problemas, para ela ficar tranqüila, fez algumas recomendações a filha e foi embora.
A Danny tinha um corpinho parecido com a mãe, uns peitinhos redondinhos e bicudinhos, uma bundinha cheinha. Nunca tinha reparado nela com outros olhos, só a mãe me interessava.
Falei com ela ficar a vontade, ver televisão, tomar suco, fazer um lanche que iria para quarto de trabalho.
Passados algum tempo ela me chega me perguntando se teria um carregador para o tablet dela, pois a bateria estava acabando, falei que tinha um kit com vários carregadores, me pediu para levar para sala, disse que não poderia, pois estava ligado na impressora,falei para deixar ali comigo que iria deixar carregando,aceitou e saiu para ver televisão,quando liguei o tablet apareceu as paginas que ela estava vendo, e para minha surpresa só tinha sacanagem, orgias, lesbica e outras paginas de sacanagem. Pensei comigo! A safadinha gosta de sacanagem e fiquei excitado.
Tirei minha bermuda e coloquei o meu short de dormir sem cueca. Dei um tempo e a chamei. Logo apareceu e perguntei o que era aquela paginas que estava no tablet? Ela ficou vermelha e sem graça, disse que tinha aparecido sem querer e que tinha emprestado a uma coleguinha e só poderia ser ela que tinha mexido nisso. Disse que a mãe dela iria brigar muito com ela. Pediu-me para não falar nada com a mãe e com ninguém, disse que seria nosso segredo e que iria ensinar ela a apagar as paginas, ela ficou contente, disse que iria ensinar ela no meu computador e depois ela faria no tablet. Ela concordou. Eu estava excitadíssimo, ela estava de sainha do colégio, pedi para sentar no meu colo, ela sentou a ajeitei no meu cacete e abri algumas pagina de sacanagem, ela olhava e abri um vídeo e ela olhando a mulher mamando no cara, ai comecei a alisar suas perninhas, segurava sua cintura e esfregava de leve no meu cacete, fui ficando mais ousado,subi as mãos e passei a alisar seus peitinhos e ela deixando, passei a alisar sua bucetinha por baixo da saia e ela olhando o vídeo, comecei a beijar seu rostinho, orelhinhas, pescocinho e fui descendo sua sainha e blusa do colégio, deixando só de calcinha no meu colo,perguntei se estava gostando,disse que sim, a levantei um pouquinho e tirei minha caceta e fiquei roçando a sua bucetinha, abaixou a cabeça e ficou olhando para meu pau, peguei suas mãozinhas e fiquei alisando elas no meu cacete. Perguntei se ela queria brincar igual ao filme? Disse que sim! Levantei e a levei para cama, ela sentada coloquei meu cacete perto da sua boquinha e disse para chupar, meia sem jeito ela tentou colocar todo na boca, seus dentinhos arranharam a cabeça, disse que era para chupar igual a um sorvete e fui ensinando, logo pegou o jeito e só entrava a metade da cabeça, falou que estava ficando com a boca doendo, parei e a coloquei deitada na cama, tirei sua calcinha e comecei a beijá-la, não sabia beijar direito, mandava me dar a língua e chupava,coloquei minha língua em sua boquinha, dava selinhos, fui descendo e mamei seus peitinhos bicudinhos, um de cada vez, dava chupões, ela se contorcia toda, fui descendo até sua bucetinha inchadinha, lisinha, virgem e cai de boca, fiquei sugando seu grelinho, lambia sua rachinha e coloquei o indicador no seu cuzinho,ela gemeu,fui chupando e enfiando o dedinho, logo ela soltou um gritinho e foi me empurrando com os pés, querendo sair, continuei a chupar seu grelo e ela começou a choramingar aquilo me deu mais tezão, comecei a revezar as chupadas no seu cuzinho também, começou a tremer e gemer e ficou toda mole, extasiada, fui até sua boca e a beijei gostosinho aquela delícia, eu ainda não tinha gozado,meu pau ficava pingando, disse que não iria machucá-la e pedi pra ficar de bruço,chupei seu cuzinho,cuspi e fui colocando o dedinho para ir alargando,apontava meu cacete e ela corria,pedi então para se virar e a deixei de franguinho assado, passei uma pomada analgésica e fui apontando,a cabeça entrava e ela me empurrava,ia tentando e pedi para ela ir se masturbando, ficar brincando com o grelinho, ela me olhava e eu ficava com mais tezão, entrou a cabeça, ela tentou sair, segurei sua cintura e parei de me mexer, aos poucos fui enfiando,ela foi se acostumando e se masturbando,consegui colocar a metade e fui mexendo no meu pau, fiquei para ela e ela quietinha agüentando minha rola, abri sua bucetinha e ficava olhando aquele himem, rosadinho e disse que iria gozar dentro do seu cuzinho, ela balançou A cabeça e inundei seu cuzinho de porra, quando tirei seu cuzinho estava todo alargado. Beijamos-nos de novo e deitei um pouco, perguntei se tinha gostado, disse que sim, falei que seria nosso segredo e ela concordou.
Depois de ajeitar tudo, ela aprendeu a limpar os históricos e chamei para tomar banho, fomos ao banheiro, fiquei excitado, chupei sua bucetinha de novo embaixo d’água, depois ela começou a mamar na minha piroca e acabei gozando em sua boquinha que cuspiu,disse que na próxima vez era para engolir um pouquinho.
Chegou à hora de ela ir embora, a mãe veio pega-la e perguntou se ela tinha dado trabalho,disse que não e quando precisasse poderia deixá-la a hora que quisesse, disse que bom,talvez amanhã ela volte, perguntei a Danny se queria voltar, ela disse que sim e Foram embora.
Minha esposa chegou, falei que a sobrinha dela tinha deixado a Danny, pois a empregada deles estava ausente, disse que não tinha problemas. Na hora de dormir, fiquei pensando na Danny e fiquei excitado, provoquei minha esposa e fiz tudo como se fosse a Danny,ela adorou, disse que outro dia queria mais.
Noutro dia, a Danny aparece e começamos nossas sacanagens,logo pedia para chupar minha piroca,aprendeu a chupar,lamber,esfregar na cara e engoli minha porra e ficou viciada em dar o cuzinho. E a noite saciava minhas vontades da Danny na minha esposa.
Chegou sexta-feira! Ela chegou e trouxe uma bolsa com algumas roupas, pois a noite iria uma festinha na casa de uma amiga e dormiria lá.
Começamos nossas sacanagenzinhas, mais tarde perguntei se tinha falado para alguma coleguinha sobre o que tem acontecido. Disse que não, e perguntei se alguma coleguinha falava alguma coisa com ela, disse que essa amiguinha que aonde iria dormir, falava que o pai dela ficava de pau duro quando a colocava no colo e perguntei se ele já tinha pegado ela no colo tambem, disse que sim,perguntei se ela e a menina já tinham se tocado? Disse que sim! Fiquei excitado e mandei-a ela chupar, mamou bastante e então pedi para deitar na cama, fui beijando seu corpinho e cheguei à bucetinha, chupei bastante e apontei a piroca e fui enfiando,ela dizia que estava ardendo,passei pomada anestésica e fui forçando e… Rompeu o cabacinho,ela gritou,chorou e eu com a cabeça dentro da sua rachinha, começo a descer sangue, esperei um pouquinho fui enfiando aos poucos, até que engoliu tudo, ela gemia,se contorcia,choramingava, eu a beijava, chupava seus peitinhos e não agüentei e disse que iria gozar e tirei meu pau fora e gozei em sua barriguinha. Falei para não falar nada para ninguém, pois agora ela não era mais virgem, e para tomar cuidado, pois poderia engravidar, concordou e foi se arrumar, antes de sair disse que estava toda ardida.
Começou há outra semana e ela não apareceu mais, fiquei viciado nela, mais tinha que esquecer senão poderia dar merda.
À noite na hora de dormir, tudo normal, não queria mais pensar na Danny e dormimos.
A semana corria normal, minha esposa perguntou por que não transamos naquela semana,disse,que estava com alguma coisa atrasadas e estava um pouco cansado.
Chega sexta-feira, e minha esposa chega a casa com a Danny, dizendo que a mãe dela precisava sair e não tinha ninguém para deixar. Falei que tudo bem, minha esposa falou que iria tomar um banho demorado e que era para eu pedir uma pizza.
Logo que ficamos sozinhos, a beijei chupei seus peitinhos, sua bucetinha, disse que estava com saudade, ela falou que também, dei minha piroca para ela mamar enquanto pedia a pizza. Gozei gostoso em sua boquinha.
Minha esposa saiu enrolada na toalha, eu estava na janela e Danny no sofá, chegou à pizza.
Lanchamos, vimos um filme e fomos dormir. Na cama, procurei minha mulher e metemos gostoso.
Fomos tomar um banho, quando estava me preparando para deitar ela me aparece com Danny e dizendo que ela iria dormir com a gente. Fiquei excitado e acho que minha esposa percebeu.
Minha esposa no meio e Danny na outra ponta e minha esposa fala no meu ouvido, arregaça meu cú com essa pica durona, disse e a menina? Disse que não iria gritar, fui enfiando e quando estava atolado, vi minha esposa beijando o rostinho e pescocinho da Danny. E ela quietinha.
Será que ela percebeu que transei com a Danny? Será que ela gosta de transar com outra mulher junto?
Vou esperar, qualquer coisa eu volta para contar.