Viadinho Da Molecada Part 5 a casa da vovó

Click to this video!

ola pessoal olha nois aqui outra vez então pessoal como foi dito no primeiro conto lucas que era um dos estudantes de minha escola e praticamente o primeiro que me iniciou não me deixou mais em paz todos os dias na escola ele vinha com outros garotos as veses novos as veses ja conhecidos mas sempre vinha tinha ficado mais contente pois a escola não seria mais como era seria somente uma escola de ensino fundamental e não teria mais garotos grandes por la .
ja era més de julho o que me deixava mais feliz ainda pois eu estava de ferias mas lucas ja logo me falou eu não vou te dar descanso nessas ferias . mas eu logo retruquei a é veremos então eu ainda tinha 10 anos só tinham se feito trez meses que meus pais aviam descoberto o que eu era . quando cheguei em casa meus pais me disseram que iriam viajar e que eu e minha irma julia teriamos que ir ficar na casa de minha avó que eu gostava muito de ir na casa dela mas ela morava em outra cidade e meu cunhado luciano iria tambem pois ele ja morava em casa praticamente . arrumamos as coisas e fomos e meu irmão felipe me disse manda um abraço pra vovó eu tenho de ajudar o papai com umas coisas por isso não vou com vocês mas luciano vai pra cuidar de vocês la ja que o vovô ja tem bastante idade
quando chegamos na casa de minha avó ela me abraçou me beijou e me levou pra comer um bolo que só ela sabia fazer nisso chegou renan um de meus primos que morava com ela ele tinha 9 anos me chamou para brincar de volei com as garotas e eu fui pois gostava desse jogo e de futebol tambem gostava bastante quando fomos todos jogando e tal e meu primo renan fala ei pessoal vamos no riozinho ta muito calor todos corcordaram e fomos chegando la as meninas ja pularam na agua de carra e que agua boa estava aquela quando de longe ouvimos mais pessoas chegando pra meu desespero era lucas que tambem tinha parentes por perto e estava passando as ferrias com ele e seu primo miguel estava junto com ele miguel era bem ousado e ja foi falando pra meninas tirarem as roupas as meninas com medo correram e foram embora eles riram muito eu tambem ia embora mas lucas falou na hora onde você vai cai ?
eu disse com um pouco de medo vou embora meu primo disse pra mim na hora deixa as meninas irem kai depois a gente vai concordei com renan mas eu não queria ficar ali
o tempo foi passando e miguel e lucas começaram a passar a mão na minha bunda por baixo da agua eu olhava bravo pra eles o que deixou miguel um tanto revoltado e veio tirar satisfação comigo olha aqui o frutinha bicha não me olha feio não ta bem renan tentou apaziguar mas miguel ja falou na lata sabe renan seu priminho ai é uma bichinha da pra todo mundo na cidade dele neh lucas e lucas concordou rindo todos me olhavam na hora e então miguel falou ei chupa meu pinto aqui anda logo ja não tinha mais o que fazer e chupei o pinto infantil dele na hora os outros garotos tambem ja vieram dizendo que onde come um come todos meu primo não disse mais nada somente ficou olhando eu dar e chupar todos aqueles meninos
fomos em bora quando renan me falou ainda não acabou ta fou comer voce la em casa
eu somente acenei com a cabeça que sim
quando chegou a noite fomos pro churrasco que meus avos fizeram por estarmos la e foi só bagunça até lucas e miguel estavam la pois meus avos e meus tios eram amigos da familia dele
foi quando miguel falou amanha vai ter de novo ta bem eu não disse nem que sim e nem que não
quando a noite foi caindo meu avô me chamou no canto e me disse o que aconteceu la no riozinho que ta todo mundo comentando nisso chega minha irma julia e fala até aqui o viadinho ja ta de traquinagem minha avó me olhou na hora e me levou pra dentro pra conversar, e me disse o que aconteceu la eu não sabia o que falar mas renan falou os meninos fizeram ele de menina vó e ele ja é conhecido deles ele faz isso na casa dele
minha avó ficou perplexa não sabia o que dizia mas me deu um beijo na testa e disse va brincar vai . o tempo foi passando e as horas sumindo algumas pessoas indo embora e meu tio carlos me chama e me fala ei putinha tira sua roupa ai e dança pra todo mundo ver você não quis fazer o que ele me mandou mas minha irma falou na hora deixa comigo vem aqui kai me levou pra dentro tirou toda minha roupa e me disse hoje você vai realmente virar uma menina minha avó viu e ajudou minha irma que na hora falou ajuda mesmo vó ve nas roupas da aninha vó minha prima da minha idade praticamente
e ve se a senhora acha uma calcinha branca pois a putinha aqui só usa cueca branca então tem que ser calcinha branca eu me debati disse que não queria mas não adiantou nada quando do nada escuto o barulho do pessoal tudo la fora outra vez eles só tinham saido pra comprar mais cerveja ou buscar na casa de alguem
minha avó trouxe a calcinha e um sutianzinho branco ambos e um vestidinho rosa e uma blusinha tambem rosa que deixava minha bariga de fora renan ria muito disso
quando fiquei pronto ou pronta de batom vestido calcinha e tudo mais pentearam me cabelo e deixaram ele embora curto bem feminino e me mandaram la pra fora todos me olharam paralizado e meu avô disse na hora renan vem aqui
come essa putinha de geito pra gente ver renan abaixou a calça e me mandou ficar de quatro e logo senti a minuscula pica na minha bundinha e todos rindo quando derepente seu nelson um visinho de meu avós fala quer saber vamos ver como essa florzinha mama e me deu seu pau bitelo pra eu chupar na hora tentei recusar mas comecei a chupalo logo ele gozou na minha boca e meu avô me disse chupa meu pinto também por favor netinho lindo chupa o vovô chupa. na hora eu até pensei embora meu avô tenha bastante idade tem uma tala tambem de dar medo num sei como minha avó aguentou tanto aquilo mas logo chupei e minha avó trouxe algo pra meu avô que o deixou a mil ele tomou alguma coisa e o pal dele ficou como de um jovem de 18 anos muito grosso mas bem brancão pois ele sempre foi meio italiano renan ainda tava brncando na minha bunda quando ele disse deixa eu brincar um pouco ai renan
senti a cabeçona no meu cuzinho e ja ele forçando pois embora ja tinha dado pra algumas pessoas de paus grandes ja fazia um tempo ele bem xucro e minha avó me disse agora você vai ver como foi dificil pra mim . senti uma dor orivel de novo e meu cuzinho descolando todo por dentro e aquela tora entrando luciano meu cunhado ja veio colocar seu pau na minha boca que tambem era ernorme e me disse hoje tambem vou te comer pois sua irma num quer dar o cuzinho ela disse na hora depois voce me diz se é bom ta kai eu nem olhei pra ela mas quando sinto meu avô empurar as cadeiras meu cu começou a arder e formigar e sem dizer que doia mas meu avô num tava nem ai quanto mais eu pedia pra ele parar mais ele acarcava a rola e que rola eim meu avô na parava acho que era efeito do que ele tomou mas resolveu parar nisso luciano tomou seu posto imediatamente ele enfiou rapido pedi pra ele ir devagar mas ele disse se aguentou um aguenta esse logo senti suas chochas baterem em minha bunda e o ardor voltar mas ele não demorou muito rasgou o vestido que eu tava usando e tava me dando cada tapa na bunda que eu chingava pra caralho quando ele terminou gozando em mim os outros amigos dos meus e até alguns tios quiseram brincar comigo fiquei dando até uma trez horas da manha quando minha avó fala vem kai vamos tomar um banho e rindo me levou pro banho mas miguel antes de eu me falou amanha você vai dar de novo la no riozinho ta bem quero ver se voce aguenta meus cachorros esse é o proximo conto espero que gostem