Concunhada Tarada

Click to this video!

Não vou dizer meu nome, mas sou coroa e o fato que vou narrar aqui começou em Brasília, na Asa Norte. Quem me conhece e lê este conto saberá quem eu sou e também a safada de minha concunhada que na época era namorada do irmão de minha esposa.
Eles eram dois sócios e o mais velho dos dois se casou e pediu que eu gerenciasse a empresa até que voltasse da lua de mel. Foi em 1990, após o casamento o cara viajou com a linda esposa e fiquei tomando conta da empresa, da qual meu sócio corno trabalhava como técnico/proprietário. A atual esposa era vendedora e eu a supervisionava, acompanhava-a dando apoio nas vendas externas, até que certo dia fomos para o motel.Ela conhecia minha esposa e meus três filhos e já estava bem familiarizada. Fizemos o maior amasso e chupação que tinha direito, mas ela não quis dá pra mim. Ok, mas ela disse que chegaria o dia que me daria tudo que eu tinha de direito.
Eles casaram, tiveram duas filhas e ela continuou sendo muito gata e o pilantra do cunhado já desconfiava, a minha esposa e até meus filhos também. Volta e meia ns encontrávamos em festa de família e era inevitável apalpações na bunda, encoxadas e muito tesão.
Em 1998 mudamos pra Boston e eles mudaram dois anos depois e foram morar perto de minha casa. Precisei fazer uma viagem pra Chicago e ela inventou de viajar comigo e fomos. Temos o mesmo sobrenome, fizemos reserva do hotel em suítes separados. Quando chegamos na portaria o recepcionista perguntou se éramos casal, marido e mulher, ela mais que depressa disse sim! Lógico ficamos no mesmo apartamento e aí começou a história de tudo que eu tinha direito. Logo de início ela deitou-se no tapete de bruços e pediu uma massagem, claro de pronto enganchei na bundona linda dela e comecei enfiando a mão por baixo da blusa, tirei o sutien dela e comecei a dar uns pegas gostosos, ela se virou e meti a lingua na boca dela e trocamos salivas e os esfregamos, ela tem um bucetão lindo, seios gostosos, barriga lisinha e eu a fiz gozar várias vezes só no trato de língua jelho esfregando na xana cheirosa, e ela abriu as pernas eu meti a boca naquele grelo duríssimo e ela gozou na minha boca . Enfiei meus 17 centímetros de nervo duro na boca dela e mamou gostoso até eu gozar
Ficamos uma semana juntos, até no dia do meu aniversário de 50 anos. Foi o melhor presente que ganhei. Todo dia fizemos barbaridades e o apartamento ficou com cheiro de porra de tanta meteção. Fiz isso com ela por ser muito safada e gostosa e o corno do cunhado ter feito uma bandidagem comigo. Se me sacanear, a mulher pode até ser feia que eu fico com tesão e meto a rola pra vingar do safado…