Acordei com minha esposa dando pra outro do meu lado

Click to this video!

Essa conto é real e aconteceu a uma semana. Tudo começou quando eu e minha esposa fomos convidados para uma festinha na casa de um amigo próximo a nossa casa.
Chegamos por lá,mais ou menos 20:00,não tinha muita gente,mas até que estava divertida,mesmo assim,não planejava muita diversão para aquela noite,até mesmo porque ia trabalhar cedo no dia seguinte. Já chegamos e começamos a beber,minha esposa não bebeu muito,mas eu já fui logo tomando todas,por volta de umas 22:00,por muita coincidência chegou na festa o Paulo,o cunhado da minha esposa,marido da irmã dela,ele era amigo dos donos da festa.
Até agora não sei como pois ele morara tão longe dali,mas isso não vem ao caso. Logo nos reconheceu e ficamos ali conversando e bebendo,assim como eu, ele iria trabalhar bem cedo no dia seguinte.
As horas foram passando e eu já estava começando a perder a consciência de tanto beber,chamei minha esposa para irmos pra casa,já passava da 1:00 da manhã,foi quando resolvi chamar o Paulo, para dormir lá em casa,até então sem problemas e sem maldade.
Chegamos em casa,eu só pensava em deitar e dormir,pois já não aquentava mais nada,só me lembro de pegar um colchão e colocar no chão na beira da nossa cama pro Paulo dormir. Só me lembro dele deitando e falando boa noite,todo fomos dormir,nem me lembro de nada,só sei que apaguei,deitei e dormi,até então tudo parecia normal,mas engano meu. Acordei um tempo depois ouvindo um pequeno barulho,muito estranho,pensei que estivesse sonhando,me virei para o lado de minha esposa bem devagar e não acreditei no que vi,pois,meu quarto não é totalmente escuro,fica um pouco claro com a luz do poste da rua,da pra ver tudo que acontece no quarto mesmo de madrugada. Eu olhava e não acreditava,era o Paulo em cima da minha mulher beijando ela,o barulho que ouvia era a língua dos dois em movimento. Aquilo era algo inacreditável,eles dois eram muito cara de pau,como podem,ali do meu lado se beijando,será que pensaram que de forma alguma eu não iria acordar,ou não estavam se importando com as consequências. Naquela hora pensei em levantar e bater nos dois e expulsa-los daqui. Mas não foi bem isso que aconteceu,não sei o que ocorreu comigo,não conseguia me mexer e nem fazer nada,e pior,estava ficando excitado com a cena.
Minha cabeça estava tão confusa,pensava: Será que eles nem dormiram e estavam ali desde a hora que dormi,pra mim não importava mais,eu só queria ficar ali olhando os dois safados se beijarem loucamente,meu pau já tava latejando de tão duro,e não via a hora dos dois começarem a transar,foi dito e feito, o Paulo parou de beija-la e começou a descer em direção aos peitos da cachorra,foi bem fácil,ela estava só de camisola,ele só puxou a alça para o lado e meteu a boca nos peitões dela,nessa hora eles já estavam com muito tesão,pois ela,já começava e soltar alguns gemidos baixos.
Eu comecei a fingir que estava roncando,de forma alguma,queria que eles parassem,descobri naquela hora que sentia tesão em ver minha esposa com outro,nunca tinha pensado nisso,pelo contrario,sempre tive,muito ciúmes dela.
Após algum tempo naquele ato,o Paulo desceu mais e já começou a chupar buceta dela,a safada já estava sem calcinha. Nessa hora já não se importavam mais com nada,ela gemia alto e pedia a ele chupar sem dó. Confesso que cada gemido dela eu ficava com mais tesão,foi quando ouvi ela dizer : Vira pra cá quero te chupar,foi o que ele fez,no pouco de luz que vinha
de fora,conseguia ver ele montando nela para um 69. O pau dele era muito grande,quase não cabia na boca dela, enorme, pensei comigo mesmo,daqui a pouco esse mostro vai arregaçar minha xaninha apertadinha.
Passados alguns minutos,ele saiu e se virou,ela levantou bem as duas pernas e ele entrou no meio e enfiou o mostro sem dó,e começaram um vai e vem bem rápido e gostoso,ela gemia e dizia:
-Vai mete gostosa,estoura minha buceta,aquilo me deixou tão louco que comecei a gozar,sem nem ao menos ter tocado no meu pau.
Os dois safado continuaram um tempo naquela posição,depois ela pediu para ir por cima e começou uma bela cavalgada.
É inacreditável,parecia que eu não estava ali,eles balançavam tanto a cama e faziam muito barulho,foi quando ele disse que ia gozar,ela se deitou e na posição papai e mamãe ele gozou dentro dela.
Logo em seguida,ele se levantou e foi pro banheiro,em alguns minutos retornou e deitou no colchão e foi dormir,ela ficou ali parada na mesma posição por alguns minutos,ainda ofegante, e eu permaneci fingindo que dormia,mais não parava de pensar no que havia acontecido. Passados alguns minutos o dia amanhece,o celular do Paulo desperta ele se levanta e vai trabalhar,vi que minha esposa havia dormido,sentei na cama e comecei olhar a cachorra,com os dois peitos de fora,e o camisola levantando e sem calcinha,de perna aberta.
Olhei pra sua buceta,toda melada de porra que escorria de dentro,o cara gozou um litro dentro dela,como ainda continuava excitado,comecei a me masturbar olhando aquela,xana toda melada,fiquei por alguns minutos batendo e no auge do tesão não resisti e meti a boca naquela buceta,ela acordou bem assustada,mas logo viu que era eu,tenho certeza que a cachorra ficou bem feliz de ver o marido chupando a porra de outro homem.
Posso dizer que foi a melhor coisa que já passei em relação a sexo,lambi a porra toda,depois ainda transei com minha esposa e fui trabalhar feliz,até a momento não tocamos no assunto daquela noite,não sei o que ela pensa,mas posso dizer que só de pensar naquele dia fico excitado e me masturbo,estou pensando em criar uma desculpa para ele dormir em nossa casa novamente, quando acontecer escrevo aqui….