Papai descabaçou o Cu Virgem da minha Amiguinha

Click to this video!

Tenho que contar pra vocês que meu pai é um cinquentão bonito e ainda bem em forma, e como a maioria dos homens.. adora comer um cuzinho, e pior de tudo ele parece que sabe fazer isso bem. Outro dia eu estava com uma amiga aqui em casa, quando ouvimos barulho no corredor, do meu pai chegando com uma amiga no meio da noite, rindo e brincando um com o outro. Minha amiga Laura e eu ficamos de orelha em pé procurando tentar ouvir o que estavam falando. Acabou que meu pai e a mulher entraram no quarto dele, que é contíguo ao nosso e nós duas colamos o ouvido na parede. Minha amiga fez pior.. Esvaziou um copo d’agua e colocou o copo ao contrário contra a parede pois isto amplia o som.
.
Ouvimos gritos e gemidos e ela falando: ‘Me põe no cu gato safado. Come meu rabo como uma puta’. Ficamos ambas assanhadíssimas ouvindo aquilo e começamos a nos tocar. No final a mulher disse claramente: ‘Otávio, nunca transei com
um homem que soubesse enrabar tão gostoso.. Meu cu vai querer sempre visitar esse pau. Que maestria.. Que beleza… Não doeu nadinha.. Foi só prazer…
.
Laura com o ouvido grudado no copo começou a tocar uma siririca por cima da calcinha ali mesmo ajoelhada na cama e eu a abracei por trás, afaguei seus peitinhos e meti uma das minhas mãos por dentro da calcinha mergulhando pela
racha da bunda dela abaixo até enfiar um dedo na xoxota enxarcada da minha amiga. Aproveitando que o dedo tava molhado com o gozo dela, e sem perguntar enterrei o dedo no cuzinho dela, que deu um gemido e começou a tremelicar
de tesão num gozo intenso..
.
Depois fomos dormir e no dia seguinte nos falamos por telefone varias vezes lembrando do evento da noite passada. Tres dias depois ela veio aqui em casa e me confidenciou:
– Francy… Eu sou virgem de cuzinho e tenho o maior medo de sexo anal mas ouvir o teu pai com aquela mulher transando ontem adicionado ao dedo que você me enfiou no cu, me deu uma vontade enorme de tentar.
– Que bom Laura.. E por que não tenta com um dos seus amigos já que você tá sem namorado.
– Francy.. Num fica zangada ?
– Não.. Fala !
– Eu tô com tesão no teu pai..
– Ahn ?
– Num fica braba. Se você quizer eu não falo mais nisso
– Não. Não tô brava. Fala mais… Tô é ficando com tesão. Você quer que meu pai tire o selinho do teu cu ?
– Aham … Deixa ?
– Meu proprio pai usando o pau dele vai entrar no cu da minha melhor amiga ? Ficou maluca ?
– Ah.. por favor.. Tô maluquinha. Só penso nisso há dias. Vivo com a bucetinha babada e tenho que trocar de calcinha de hora em hora..
– Mas de maneira nenhuma, e não se fala mais nisso
.
Ficamos brigadas por uns 2 dois, e meu pai me notando tristinha veio conversar comigo e eu acabei contando.
– Sei filha.. Hummm, deixa eu ver… Bom.. se você quizer, eu faço esse favor pra ela.. mas seria só uma vez, senão ela acostuma, pois as minhas amigas que me deram o cu falam que ‘Amor de Pica Fica’.
– Mesmo ? Você faria isso ? Mas então eu quero ver, pode ?
– Claro que pode.
.
Na mesma hora liguei pra Laura que ficou super contente e marcamos pra mesma noite aqui em casa.
Ela apareceu toda serelepe de vestidinho curtinho e já sem calcinha (mas que safada). Meu pai estava de shorts tambem
pra facilitar. Tomamos umas bebidas falando em malandragens que já acenderam todo mundo e vi o pau do meu pai crescer dentro do short dele.. Ele convidou ela pra pegar no pau dele por cima do short e assim começou tudo.
.
Em pouco estavamos os 3 no quarto dêle, os 2 nuzinhos e meu pai disse:
– Bem Laurinha, vamos primeiro vaselinar bem esse cuzinho pois lubrificação é tudo na primeira enrabadinha.
Ele então passou uma rica camada de KY no dedo médio dele e com minha amiga de 4 foi besuntando o ânus dela e enfiando e tirando o dedo grosso no cu da garota que gemia baixinho.
Vi seu pau e estava grosso, duro, enorme.
Pensei: Tadinha da Laurinha.. Vai sofrer..
.
Mas meu pai é sabido na matéria de comer cu.
Colocou ela de barriguinha pra cima, mirou a cabeçorra do instrumento dele no cuzinho da Laurinha e pressionou lentamente enquanto com o polegar lhe tocava uma siririquinha.
Ela gemia mas devia estar gostando pois dava pra ver o cu piscando na vara que finalmente conseguiu seu ingresso para
o paraíso. Estava consumado o descabaçamento do cu virgem de Laurinha…
.
Senti ambos revirarem os olhinhos quase que ao mesmo tempo e urrarem quando gozaram. Quando meu pai desenrabou ela, saiu bastante leitinho expulso da olhotinha dela. Eu de camera na mão filmei tudo, ou quase..
Mas também não deixei repetir com meu pai não. Falei pra ela..
– Laurinha, de agora em diante vai dar o seu cuzito em outras praias, pois meu paizinho é só meu.
.
Beixotinha da
Francy
Fantasy Island – Rio de Janeiro
E-mail: [email protected]
.
PS: Quem quiser este conto com video, pede para o meu email
mas não se esqueça de mencionar que é para este conto.
Depois que ver o video, comente aqui de novo e informe a nota
que deu para o conto.